Michael Joe Jackson Nós Te Amamos!

Nós Te Amamos!

Símbolo com erro.


SÍMBOLO DA CALIFÓRNIA COM ERRO!

O julgamento deve durar até a quarta semana de outubro.  Já estamos em outubro, hoje é primeiro de outubro de 2011, tivemos um julgamento que pelo que pudemos ver tem muitos erros que não são aceitos em um julgamento real do que acertos. Mas vamos ao que realmente interessa, estava conversando com as meninas nos comentários do blog da Pri Abrantes e a Luciana nos trouxe um erro novo, que o pessoal do Michael Jackson Hoax Forum descobriu ao ver o julgamento, toda vez que o pessoal da TMZ faz uma pausa no julgamento,  aparece o símbolo dos EUA que é usado dentro do tribunal, é claro que eles gravaram esse símbolo lá dentro do tribunal, só para deixar claro, o símbolo do  Estado da Califórnia tem 31 estrelas e esse que eles mostram dentro do tribunal tem 32 estrelas, vou colocar o simbolo com erros aqui abaixo para vocês observarem.

Se você contar as estrelas que estão dentro do desenho alí em cima, vai notar que tem 32 estrelas, o julgamento está acontecendo dentro do Estado da Califórnia, só que esse desenho está com o número das estrelas completamente errado, na realidade a Califórnia é  31º condado e por isso teria que aparecer 31 estrelas neste desenho, eu fui atrás do simbolo verdadeiro deles e você pode conferir abaixo e notar que eles têm originalmente 31 estrelas:

Detalhes do selo da Califórnia:

Armígero Estado da Califórnia
Adotado 1849 (seguido por pequenas alterações em 1883, 1891 e 1937)
Lema Eureka

Esse símbolo aí em cima é o verdadeiro símbolo e você pode notar que tem 31 estrelas, é a imagem que eles estão usando desde 21 de maio de 2010, é o selo atual, o que representa essas 31 estrelas? Representa o número de Estados de que a União será composta sobre a admissão da Califórnia.

Então na primeira figura que eu coloquei o número de estrelas está completamente errado, porque são 32 estrelas, e o número real é 31.  Ainda bem que somos bem atentos a tudo que acontece por lá! Beijos Marila Hoppe


01/10/2011 Posted by | Uncategorized | 14 Comentários

O quarto dia!


Créditos: Pri Abrantes. Beijos Marila Hoppe

Julgamento Conrad Murray: quarto dia

1 01America/Bahia outubro 01America/Bahia 2011

Olá!

OH GOD! 5 mil visitas no dia de ontem, eu amei isso!

Pelo que eu percebi têm novos usuários aqui na página, então eu quero dar as boas vindas para essas pessoas. Obrigada por isso.

De acordo com o G1 o Julgamento de Conrad Murray irá dar uma “pausa” nesse final de semana, e irá voltar nessa segunda-feira. Mau posso esperar para o dia 08 de Outubro.

Sim, estamos todos cansados.

O ouvido é o caminho do coração sim, mas os nossos olhos também precisam de alimento. Vamos aproveitar o “time” para dar aquela relaxada, tomar um bom café, e claro ouvir muito Michael Jackson.

Sabe qual é uma das minhas músicas prediletas? Unbreakable! Quando eu escuto Michael Jackson dizendo com toda aquela voz poderosa: “Você quer me tocar, mas eu sou intocável. E eu sei que você odeio isso, e que você não aguenta isso. Você nunca vai me quebrar, porque eu sou inquebrável..”

PRONTO! Eu renovo minhas energias, me lembro do quanto devo ser “forte” e mais uma vez estou pronta para outra.

Experimente fazer isso, é incrível!

O que nós fazemos nunca é compreendido. As pessoas louvam ou condenam, mas nunca conseguem compreender.

Então vamos para o assunto de hoje? Quarto dia do jugalmento de Murray.

Mas antes quero deixar claro uma coisa: Murray é culpado! Pelo menos na minha opinião.

Por outro lado eu vejo algo que as pessoas não conseguem ver: ele não é médico.

Sendo assim,

Tudo isso deveria ter um único destino: CULPADO!

Porém meu caro o fato dele ser “culpado” em 08 de outubro de 2011, poderá ser conduzido para caminhos que eu desconfio.

Um deles seria a culpa por homicidio culposo, quando o culpado não teve a intenção de matar. E me parece que esse será o destino de Murray. Aliás muitas vezes o resultado disso é uma culpa “livre”

Entende?

Onde no máximo o que ele irá perder será o seu “diploma”. O mesmo destino que teve o médico de Elvis Presley.

Então vamos ao assunto,

O primeiro a depor foi Robert William Johnson, um especialista em equipamento médico. Ele falou sobre o funcionamento e os diferentes modelos de oxímetro (aparelho que mede a quantidade de oxigênio no sangue de uma pessoa). Esse equipamento foi utilizado na casa de Michael no dia de sua morte.
[…]

Isso é bom para os beLIEves, pois ele só confirma que os equipamentos necessários, realmente tinham na casa de Michael

Continuando,

Um das pessoas a testemunhar hoje foi um antigo paciente de Murray, chamado de Robert Russell.

Confesso que #euri

 “Russell conheceu Murray no hospital de Spring Valley, em Las Vegas, quando foi internado após sofrer um ataque cardíado. O médico foi responsável por sua cirurgia. Apesar de afirmar que Murray salvou sua vida, ele conta que, ao logo do tratamento, mudou sua opinão.

No dia 15 de junho, o médico enviou uma carta aos seus pacientes dizendo que por causa de uma “oportunidade única na vida” não clinicaria mais. Russell disse que não ficou surpreso com a carta, pois já sabia que Murray iria se dedicar à turnê de Michael Jackson. “Fiquei um pouco frustrado, pois estava preocupado com a minha saúde”, contou. Irritado com a falta de cuidado, chegou a ligar para a clínica e exigir que o médico ligasse de volta, para falar sobre seus exames.

Conrad Murray retornou a ligação e avisou que os exames estavam um pouco alterados. Russell disse que ficou agradecido ao ouvir a mensagem de Murray, porque ele teve tempo de esclarecer suas dúvidas.

Ele disse que estava contente com o médico Murray entre essa data e meados de junho de 2009. “Sente que ele salvou sua vida?”, perguntou a promotora Deborah Brazil. “Sim”, respondeu Russell.

Em 25 de junho, dia da morte de Michael Jackson, Russell ligou para o consultório do médico Murray e ameaçou processá-lo caso o médico não respondesse. O paciente recebeu depois disso uma mensagem de Murray – que ligou para ele enquanto estava na casa do cantor na manhã de sua morte – para dizer que seu coração estava “consertado”.
“Me pareceu estranho porque ele tinha me dito que depois de um ataque cardíaco, o coração não se recupera”.

Questionado pela defesa sobre como estava sua saúde atualmente, ele afirmou: “Estou bem. Meu cardiologista afirmou que as válvulas em meu coração foram instaladas corretamente e estão aguentando bem”.

Fonte Terra e G1

FOCO! “No dia 15 de junho, o médico enviou uma carta aos seus pacientes dizendo que por causa de uma “oportunidade única na vida” não clinicaria mais.

Ele também diz:

No dia 22 de Junho de 2009, havia uma consulta marcada para procedimentos médicos com Murray, e que ele cancelou: negligência.

Murray deixou recado na caixa postal de Russel em 25 de Junho, dizendo para ele ir ao hospital pois ele estaria em Las Vegas na semana seguinte.

E blá blá blá

O que isso significa? Nada.

Apenas vemos que o paciente me parece que “não gostou” de ser trocado por Michael Jackson, mas confessa que Murray tirou suas dúvidas quando solicitadas.

 Somente pelo fato dele entrar em “desespero” porque Murray o “abandonou” denota que ele é um bom médico. Caso contrário, ele pouco se importaria com isso.

FOCO!

“Sente que ele salvou sua vida?”, perguntou a promotora Deborah Brazil. “Sim”, respondeu Russell.

Eis que surge algo incrível!

Russel disse que durante uma cirurgia que fez com Murray, o médico o chama e mostra o seu coração.

Oi? InseguroInseguro

No mundo em que eu vivo, as pessoas recebem anestesia ANTES de começar uma cirurgia, e são acordadas somente DEPOIS que termina.

Eu realmente gostaria de saber como isso foi possível!?!

Como é possível ele acordar um paciente (de forma impossível), apenas para mostrar o coração dele? Qual era o objetivo disso?

Engraçado que mesmo depois disso, ele ainda “corria atrás” de Murray.

E se fosse você?

Tenho inveja de quem achou isso normal.

Eu nunca ouvi algo desse gênero na minha vida.

Em outro momento Russel diz que foi acordado durante a cirurgia, porque tinha recebido uma quantidade alta de anestesia.

Será que foi nesse momento que ele mostrou o coração dele? (risos)

Isso parece filme de terror!

O resumo desse #mimimi é apenas um: Russel não morreu, Murray respondeu suas dúvidas, e ele nunca mais teve problema de coração, mesmo achando que seu coração estava “estragado”. Por um milagre de Murray? #reflita

Aliás,

Eu preciso falar isso.

Alvarez disse a seguinte frase ontem:

“Depois de asssoprar um pouco Murray disse: “Está é a primeira vez que eu faço uma respiração boca a boca, mas eu irei fazer isso porque ele é meu amigo”, disse Alvarez.

Deus! (risos)

Murray não sabe fazer uma respiração boca a boca, mas sabe tirar um coração para mostrar para o paciente?

Murray não sabe fazer uma respiração boca a boca, mas sabe aplicar propofol?

Murray não saber fazer uma respiração boca a boca, mas sabe fazer um milagre no coração do paciente?

Que cardiologista é esse?

“..mas eu irei fazer isso porque ele é meu amigo”

#die indifferent0025 Free Emoticons   Indifferentindifferent0025 Free Emoticons   Indifferent

Quer dizer que se Michael não fosse amigo dele, Murray iria deixar ele morrer?

Pouco importa se Michael é ídolo mundial, mas se ele não fosse amigo de Murray ele ia morrer. Que aliás acabou “morrendo” do mesmo jeito.

Sabe o que lembrei? Eu aprendi procedimento de respiração boca a boca na auto escola, que inclusive funciona como “algo que todo mundo deveria saber”. Vou mandar minha apostila para Murray (risos)

Lembre-se! Alvarez mentiu.

Paramédico Richard Senneff:

O paramédico Richard Senneff agitou o quarto dia de julgamento sobre a morte de Michael Jackson, nesta sexta-feira (30), no Tribunal Superior de Los Angeles. Ele afirmou que “poderia ter salvado a vida do cantor, se o Dr. Conrad Murray (acusado de homicídio culposo), tivesse ligado para o 911 (resgate) mais cedo”, segundo o site “TMZ”

Sennef também afirmou que o médico só acionou o resgate com 20 minutos de atraso, e não mencionou nada sobre o analgésico Propofol enquanto “tentavam desesperadamente reanimar o coração de Michael”. “Ele já estava morto quando chegamos na cena do crime. Murray suave gritava: ‘Ele precisa de ajuda! Pode ajudá-lo, por favor?’. Tentamos reanimá-lo por 47 minutos, sem sucesso”.

Richard Senneff disse que quando Murray ligou para o 911, ele percebeu que MJ estava em perigo. Ele disse que Murray se recusou a deixá-los declarar a hora da morte.

Quando ele voltou da ambulância para pegar seu equipamento, Senneff disse que viu Murray pegando “itens” do chão.

Fonte EGO e TMZ

Vamos lá!

Quero começar já “abalando” tudo.

No Tribunal foi apresentado esse relatório do hospital, que registra a entrada de Michael Jackson.

O que você está vendo?

ERROS!

DE NOVO! Nome errado de Michael onde está escrito como “Micheal”

(Eles adoram errar isso…)

DE NOVO também a data de aniversário que está ERRADA:

Sinceramente?

Micheael nascido em 28/08/1958 NÃO É Michael (Jackson) nascido em 29/08/1958.

Desculpa, mas não é a mesma pessoa.

E observando esses “erros”, eu te pergunto:

– Isso te lembra algo?

O mesmo erro (acima) foi feito no relatório da ambulância que atendeu Michael Jackson.

No relatório da ambulância eles também colocaram “Micheal”, e colocaram a data de aniversário de Michael como dia 28 de Agosto.

Isso também pode ser visto no video abaixo.

Faz muito tempo que fiz um video onde denota que os paramédicos chegaram a casa de Michael, antes mesmo de Murray ligar para o 911.

Conforme mostrado abaixo a ambulância chegou 11:51 na casa de Michael, enquanto Murray ligou para a ambulância somente 12:20

Se você ainda não viu esse video, por favor veja abaixo:

O paramédico diz que eles tentaram reanimar Michael por 47 minutos, e no video mostra que eles sairam da casa 1:07

Ou seja: 12:20 + 47 minutos = 1:07 da tarde

Isso está correto no video, e pode ser observado nas imagens do relatório.

Mas o que isso representa para nós?

Simples: representa que as informações citadas no relatório do video estão corretas, e sendo assim os paramédicos realmente chegaram ANTES na casa de Michael, caso contrário não estaria 1:07 no documento

Faz as contas ai!

1:07 – 47 minutos = 12:20

Ou você acha que somente 1:07 está correto no documento, mas 11:51 não?

12:20 + 47 minutos = 1:07 da tarde

#reflita seriamente sobre isso.     

Mas legal mesmo é ver o poder que Murray tem sobre uma equipe INTEIRA de paramédicos, e que não deixou revelar o horário certo da morte.

Hmmm…

A pergunta que AINDA não quer calar é:

– Se eles sairam 1:07 da casa (incluindo os 47 minutos que ele citou acima), por que raios eles estavam socorro um “morto” dentro da ambulância?

#reflita

Martin Blount: paramédico

Blount afirmou que assim que conseguiram colocar Michael Jackson na ambulância, ele percebeu que Murray colocou frascos de Lidocaína (substância utilizada para tratar arritmias cardíacas) dentro de uma bolsa.

De acordo com Blount, o médico pessoal do cantor teria dito que Michael havia desmaiado “um minuto antes da chegada” dos paramédicos.
[..]

“…Michael havia desmaiado um minuto antes..”

É óbvio que isso é mentira!

Se Alvarez ligou 20 minutos depois de Michael passar mau (conforme o primeiro paramédico), então ele não desmaiou 1 minuto antes deles chegarem. Caso contrário, eles não estavam solicitando orientações sobre uma parada cardíaca.

Parada cardíaca NÃO é desmaio!

Tsc!

Richelle Cooper: funcionária do UCLA

A última testemunha ouvida foi a médica Richelle Cooper, que chefiava a equipe que atendeu Michael Jackson no hospital para o qual o cantor foi levado pelos paramédicos que o atenderam em sua casa.

Segundo Richelle, Michael chegou sem vida ao local. Ela contou que conversou com Murray e que ele afirmou que Michael não tinha nenhum problema de saúde, apenas estava desidratado e muito cansado. Conrad Murray também afirmou que o astro do pop só havia tomado Lorazepan, um remédio para dormir. Ao insistir com a pergunta, o médico pessoal do cantor acrescentou que ele tomava Flomax, um remédio para o aumento da próstata, e Valium, um tranquilizante. Não mencionou o analgésico Propofol, cuja overdose causou a morte do artista.

[..]

Remédio para aumentar a próstata?

OMG! risos

Isso apenas me fez lembrar de algo.

Ontem Alvarez disse que Paris e Prince viram o “pênis” de Michael Jackson.

Eu não sei se isso pode ter alguma relação, mas devemos concordar que poderia ter alguma “ligação”

É claro que isso é um absurdo, mas nada nessa história parece normal.

Acho que a última coisa que um Juiz adoraria ouvir, é que uma filha viu seu pai morrendo nu. O que é mais importante aqui?

Inclusive ontem durante o Julgamento um alarme soou.

Por que isso? Não teve incêndiou ou algo que pudesse atrapalhar um Julgamento.

Isso te lembra algo?

Também foi divulgado uma foto da maca onde Michael teria sido colado.

E agora sim a parte de trás aparece, se assemelhando assim com a imagem da maca REAL que eu postei aqui

#fake! Cale a boca!Cale a boca!

O que eu te disse quarta-feira?

Atenção no momento em que uma testemunha é chamada para testemunhar! Em todos os momentos lá está ele, o elefante.

Durante esse 4° dia de Julgamento a coisa em si não poderia ser diferente.

Em todos juramentos das testemunhas citadas hoje aqui, o elefante apareceu para alegrar aquilo que deveria ser sério:

#euri

Na verdade eu não sei se eu ri mais do elefante, da cara da mulher que fica ao lado do elefante, ou do Juiz que parecia mais em uma feira do que eu um Tribunal. O Juiz não passa em nenhum momento alguma seriedade, pelo contrário ele é todo alegre, risonho e piadista..

Acho que o papel do Juiz seria de manter o lugar com respeito.

Por que tão sério?

O engraçado é que o próprio nome do Juiz é Michael, mas o nome dele ninguém erra ao escrever.

Por fim,

O que acontece aqui é muito simples: houve um GRAVE erro médico por parte de Murray, mas ele não agiu sozinho. O segurança que deveria ter como papel AJUDAR Michael, contribuiu de alguma forma para Michael morrer.

Mas Murray era amigo de Michael, então ele jamais iria matar o seu amigo e a galinha dos seus ovos. Galinha que dava para ele 150.000 dólares por mês!

Se diante de tanta “barbaridade” Murray não for culpado, os demais irão ter que nos engolir! (risos)

Agora e se for?

Bem eu não penso nisso, mas se ele for teremos muito trabalho para entender o porquê, afinal acredito sinceramente que Michael está vivo, e que não faria isso com Murray e muito menos com os beLIEves.

Mas para que pensar nisso agora?

Ainda tem uma semana para vir, e muita coisa pode mudar.

De uma coisa eu sei: Murray não é médico.

Quero deixar um trecho de Fernando Pessoa que eu adoro: “A terra é feita de céu. A mentira não tem ninho. Nunca ninguém se perdeu. Tudo é verdade e caminho” Fernando Pessoa

Sem ação as palavras são simples murmúrios.

E enquanto as ações se contradizerem com tudo que está sendo dito aqui, então eu nunca vou acreditar em nada!

Remar contra a maré é difícil, mas fortalece.

 Michael is alive!

Fonte: Pri Abrantes em http://mulheresluxo.wordpress.com/2011/10/01/julgamento-conrad-murray-quarto-dia/

Minha consideração:

O quarto dia foi bem estressante para mim, mas não foi por causa do julgamento, foi porque eu tive uma dessas brigas normais que a gente tem com os pais da gente. Mas voltando ao julgamento, foi muito interessante saber de alguns erros que mostraram dentro do julgamento, primeiro o nome de Michael, eles colocaram Micheal Jackson, o Jackson está certo, mas o nome está errado, o nome certo é Michael Jackson e eles colocaram errado, o segundo erro é a data de aniversário de Michael, que é dia 29 de agosto de 1958 e eles colocaram 28 de agosto de 1958, erros que não seriam aceitos num julgamento real, mas é como a Pri falou, ele pode perder o diploma dele igual aconteceu com o médico de Elvis Presley, mas é apenas isso e não irá para dentro da cadeia, eu continuo firme e forte aqui, uma believe! Beijos Marila Hoppe


01/10/2011 Posted by | Uncategorized | 8 Comentários

O terceiro dia!


Créditos: Pri Abrantes. Beijos Marila Hoppe

Julgamento Conrad Murray: terceiro dia

30 30America/Bahia setembro 30America/Bahia 2011

Boa Noite!

Tudo bem com vocês?

Sim eu sei, estamos todos cansados.

Mas eu sinto informar (ou não) que ainda têm muita coisa para vir.

Tudo acontece em nós, muito antes de acontecer.

Tudo o que poderia existir já existe . Nada mais pode ser criado senão revelado

E a paciência meu caro, é nada menos do que o efeito colateral do merecimento.

Perseverança não é merecimento.

Perseverança é nada menos do que alimentar o ego ferido.

Já o merecimento é a recompensa.

E a recompensa sempre vem depois.

Vamos ao assunto que interessa: terceiro dia do Julgamento de Conrad Murray.

Conclusão? Nada.

O que eu vi foi MAIS contradições, MAIS erros, MAIS mentiras, MAIS falta de conteúdo e etc.

Porém hoje o que foi exigido de nós, foi a sabedoria em entender e assimilar o que realmente estava sendo dito.

La Toya escreveu HOJE em seu twitter: “Atenção para as coisas faladas nas entrelinhas..”

#Amei!

Sabe qual é a diferença entre escutar e ouvir?

Nem tudo que você escuta você está ouvindo [..]

Leia as coisas nas entrelinhas!  

Alberto Alvarez: segurança de Michael Jackson

Recomeçou pontualmente às 12h45 desta quinta-feira, 29, o julgamento do médico Conrad Murray, acusado de homicídio culposo – quando não há intenção de matar – pela morte de Michael Jackson. O segurança Alberto Alvarez, que trabalhava na casa do artista e responsável por ligar para o 911 (número da emergência nos Estados Unidos) pedindo socorro, foi o primeiro a depor.

Alvarez afirma quem Murray então pediu para chamar pelo 911, e ordenou que ele movesse Michael da cama para o chão, a fim de realizar o processo de socorro. De acordo com Alvarez, os paramédicos chegaram logo depois.

Em sua fala, ele afirmou que Murray pediu que guardasse medicamentos e equipamentos em uma sacola, antes de fazer a ligação. Um dos itens era uma bolsa de soro com um frasco de um líquido leitoso pendurado na parte de cima. O promotor lhe mostrou uma foto de soro e do anéstico propofol e ele confirmou que aparentava ser o mesmo. O segurança disse que não questionou a ordem e acreditou estar levando tudo para o hospital. 

Alvarez também revelou que recebeu, pelo menos, nove propostas para dar entrevistas e receber por elas. Segundo ele, uma das ofertas seria de 500 mil dólares. O segurança disse ter recusado todas. Questionado pela promotoria se a tragédia da morte do patrão teria lhe trazido algo de bom, ele respondeu firmemente que não e ainda acrescentou que era bem pago e que hoje enfrenta dificuldades financeiras.

O julgamento sofreu uma pausa e foi retomado às 14h39, ainda com o testemunho de Alberto Alvarez. Na volta do intervalo, a promotoria reproduziu o áudio da ligação feita pelo segurança para o atendimento de emergência pedindo socorro para Jackson. Alvarez ficou visivelmente emocionado. “É difícil ouvir isso”, questionou o promotor. “Sim”, respondeu Alvarez.

O advogado de defesa Ed Chernoff tentou fazer Alvarez admitir que pudesse estar confuso quanto ao pedido de Murray para recolher remédios antes de ligar para o socorro. Alvarez manteve sua versão.

O segurança relatou que, na véspera de sua morte, Michael estava “muito feliz” e de muito bom humor.  No momento da morte do artista, Alvarez estava em um trailler destinado aos seguranças quando, por volta das 12h18, recebeu uma ligação do secretário particular de Michael pedindo para ir correndo para a casa sem chamar muita atenção. Quando chegou ao segundo andar da mansão, onde ficava o quarto de MJ, viu o médico indo em direção ao quarto do cantor.  Pelo seu relato, quando entrou no quarto de Michael, o médico estava fazendo massagem no peito do cantor. Em seguida, Conrad disse que Michael deveria ser levado ao hospital.

O segurança contou que, a pedido de Conrad, deixou o quarto por um instante para afastar Paris e Prince, que choravam. Paris gritava “Papai”, segundo Alvarez. Na volta, ele questionou o médico sobre o que estava acontecendo e ele teria dito que foi uma “reação adversa”. O segurança percebeu que Michael usava uma sonda urinária nesse momento, mas relatou não se lembrar se havia oxigênio no quarto. 

Fonte G1/Terra

[..]

Vamos debater:

Primeiro: Alberto Alvarez é CÚMPLICE de Murray!

Ele pode dizer que foi “forçado” a fazer tal coisa, que não sabia o que estava acontecendo e etc, mas isso não muda o fato dele AJUDAR Murray a esconder as provas.

Eu só acho “engraçado” que ninguém tanto por parte da defesa, quanto por parte da promotoria questionam isso.

Segundo: Alberto Alvarez está mentindo!?

Se você acompanha isso DESDE o começo como eu, sabe do que eu realmente estou falando.

Na audiência preliminar de Murray, Alberto disse que foram os paramédicos quem instruíram ele pelo telefone, sobre a forma correta de fazer o procedimento de socorro.

Então,

Agora ele se contradiz ao dizer que quando entrou no quarto, Murray estava fazendo o processo de socorro no peito de Michael?

Oi? 

É muito óbvio isso!

Até ONTEM Murray era um médico tão incompetente que não sabia fazer um socorro, e agora as coisas foram mudadas pela principal testemunha.

Quer uma prova maior?

Ontem mesmo tivemos uma.

O segurança de Michael chamado Muhammad deu o seu depoimento ONTEM no tribunal, e disse claramente que Murray NÃO sabia fazer o socorro de parada cardíaca, e que perguntou se alguém ali presente sabia fazer. Foi quando Alberto Alvarez se ofereceu para ajudar.

Se lembra disso?

Eu ainda chamei Murray de “péssimo médico”, enquanto Alberto que não passa de um segurança sabia por “coincidência” fazer um socorro.

Leia novamente o depoimento de ontem:

“Muhammad diz que quando ouviu Murray perguntando se alguém sabia fazer socorro de parada cardíaca, foi quando seu companheiro e também guarda-costas Alberto Alvarez correu para ajudar.

E ai?

Como podem ver, algum deles mentiu.

A coisa se torna “pior” ainda quando o próprio Alberto disse HOJE no tribunal, que Michael foi quem ensinou Murray o procedimento de parada cardíaca.

#euri

Sim, ele falou sim.

Alberto se contradiz DE NOVO!

Ele diz: “O segurança contou que a pedido de Conrad, ele deixou o quarto por um instante para afastar Paris e Prince que choravam”

Enquanto Muhammad disse ontem:

“Michael parecia estar morto quando chegou ao local, e quando ele percebeu que Prince e Paris estavam na porta, ele levou as crianças para baixo”

WTF!

Afinal,

Quem levou as crianças para baixo?

Decida-se!

Aliás primeiro Murray pediu para chamar as crianças (de acordo com a cozinheira que afirmará isso embaixo), e depois o guarda costa diz que o médico pediu para retirar as crianças.

Por que Murray mandaria levar as crianças, e depois mandaria tirar elas? rs

Alguém está mentindo aqui +1

Hum, não fui eu!Hum, não fui eu!

 “Leia as coisas entrelinhas..”

FOCO!

Alberto se contradiz NOVAMENTE.

Como é claramente comprovado na ligação para o 911, Alberto pede ajuda para socorrer o paciente que está sofrendo uma parada cardíaca.

Então, o paramédico que está do outro lado da linha, começa a orientar Alberto na forma como ele deve fazer o socorro.

Atenção aqui!

Se Alberto pediu ajuda para socorrer o paciente, então é porque um socorro não estava sendo feito certo? Caso contrário ele não teria pedido ajuda.

Então por que AGORA ele afirma que ao entrar no quarto, Murray já estava fazendo o processo de socorro no peito de Michael? Oi?

Em nenhum momento Alberto diz que Murray não sabia fazer o socorro, e que ele mesmo ajudou o médico.

Por que raios a promotoria não questiona isso?

Lembre-se acima: Muhammad diz que Murray não sabia fazer o socorro, e foi quando Alberto se ofereceu para ajudar.

Mas por outro lado se Alberto estava fazendo o socorro, como está na linha falando com o paramédico? Ele tem 10 braços?

Voltando..

Alvarez afirma que Murray então pediu para chamar pelo 911, e ordenou que ele movesse Michael da cama para o chão.

Então como ele diz que Murray pediu para ele ligar para o 911, e tirar Michael do chão e levar para a cama, se foi o paramédico quem disse queo paciente deveria estar no chão, e não na cama?

MEU DEUS!

Tudo isso pode ser claramente comprovado na ligação do 911. Eu não estou inventando nada.

Notei outros erros também,

Eles apresentaram o suposto propofol e soro usados em Michael, e que foram coletados no dia pelo FBI.

Imagem:

Será que alguém pode me explicar porque o soro está lacrado, se ele tinha sido usado em Michael? Enquanto no Tribunal eles apresentaram um soro vazio, mostrando que foi assim que o FBI encontrou o objetivo, e provando que Michael morreu de propofol.

O que era para estar vazio (foto), não estava.

(risos..)

Abaixo podemos ver que Alberto e Michael Amir Willians (assistente que deu seu depoimento ONTEM), fizeram 6 ligações entre eles com a duração de 1 minuto.

Somente depois dessas 6 ligações, é que Alberto lembrou que era importante ligar para o 911:

DEUS!

6 ligações com até 5 segundos de duração, enquanto o chefe morria ao lado.

Aliás, Willians disse que Murray ligou para ele, pedindo para o mesmo ir até a casa de Michael..lembra?

Aqui Alberto relatou cada passo que ele deu:

1-      Foi até o quarto

2-      Entrou em choque

3-      Pegou o telefone

4-      Escoltou as crianças

5-      Confortou as crianças

6-      Andou até a porta

7-      Fechou a porta

8-      Dr. Murray disse que Michael teve uma “reação ruim”

9-      Se espantou

10-   Pegou o saco plástico

11-   Colocou o saco plástico dentro do saco marrom

12-   Caminhou em passos

13-   Colocou soro fisiológico no saco

14-   E finalmente em 12:20 ele ligou para o 911

Olhando a imagem das ligações acima, a última ligação foi 12:18 de Alberto para Willians com duração de 0 segundos.

Sendo assim Alberto fez tudo isso que citou acima em 2 minutos!

Entre 12:18 – 12:20 (quando ligou para o 911) Alberto fez:

Levou as crianças para baixo, confortou as crianças, voltou para cima, pegou o frasco colocou em um saco plástico a pedido de Murray, pegou o saco anterior e colocou em um saco marrom, pagou o saco marrom e colocou dentro de outro saco azul, pegou o soro fisiológico colocou dentro do saco azul e por fim ligou para 911

Damn!

Para que tanto saco plástico?

De fato Murray queria esconder algo, mas como eu disse anteriormente Alberto ajudou ele. E isso DEVERIA mudar tudo.

Notei outra coisa também (risos)

Foi apresentado no Tribunal uma imagem do quarto do Michael, mas quando comparamos essa imagem com a imagem que já tinho sido divulgado na midia, podemos ver QUE alguns elementos faltam nela:

Exemplo: o objeto azul que aparece ENCIMA da cama na foto do tribunal, mas na foto anterior ele estava no chão.

Observe! Têm elementos que antes não tinha:

O que isso representa?

Mudança no cenário “do crime”, e isso é ILEGAL!

Se a foto da midia foi revelada na época, é porque alguém autorizou.

Esse tipo de coisa só pode ser revelado DEPOIS que o FBI recolher provas, dados e nada pode ser alterado de lugar.

Como que as fotos estão diferentes, se a divulgação da primeira somente seria possível depois da vistoria do FBI?

Mudança no cenário do “crime” é ilega +1 

Depoimento da cozinheira: Kai Chase

–  Chase disse alimentação saudável era muito importante para MJ. Um almoço típico consistiria de granola e leite de amêndoa, suco de beterraba ou cenoura / suco de laranja ou uma omelete com legumes.
–  Em 24 de junho, Chase fez para ele o que ela chamou de “uma explosão de suco de beterraba orgânica” uma mistura de beterraba orgânica, aipo, maçãs verdes e cenouras.
– Chase disse que Dr. Murray freqüentemente trazia alimentos para MJ
– Ela disse que em 24 de junho, ela fez para MJ e seus filhos um cereal com salada e atum. Ela também preparou uma sopa de feijão branco para ele, caso ele estivesse com fome quando voltasse dos ensaios.
– O dia em que MJ morreu, ela fez café da manhã – leite granola e amêndoas – depois foi para o mercado em torno de 9:45 para comprar mantimentos.
– Ela estava de volta em torno de 10:30. Tudo parecia estar normal,  e parecia “um lar feliz.” As crianças estavam brincando, e ela começou a preparar o almoço, que geralmente era servido às 12h30. O almoço era de salada de espinafre com peito de peru orgânico.
– Entre 12:05-12:10 Dr. Murray entrou na cozinha “nervoso”. Ele então gritou “preciso de ajuda, pegue o Prince, e chame o segurança.”
– Ela foi buscar o Prince e disse a ele: “Depressa, Conrad Murray precisa de você, pode estar acontecendo algo de errado com seu pai.”
– Ela disse que Dr. Murray nunca lhe pediu para chamar o 911.
– Chase notou que todos da casa estavam chorando. Quando ela perguntou o que estava acontecendo, lhe disseram que tinha algo de errado com o MJ. As crianças estavam chorando, e ela disse que “a energia da casa não estava boa.”

Fonte: TMZ e UOL

(Chase se esforçava para não rir..)

O que tem de errado aqui?

Nada!

Tirando o fato que chamar uma criança para ver o pai morrendo, é no minimo uma falta de bom senso tremenda. Ainda mais partindo de um médico “amigo” do paciente, e conhecido por ser carinhoso com os pacientes

Aliás,

Murray pediu para chamar apenas Prince, e em nenhum momento ela cita a presença da Paris no quarto.

Também foi apresentado no Tribunal uma cena dentro do Hospital, onde mostraria o quarto em que o corpo de Michael foi colocado, o qual foi tirado a foto de Michael “morto”.

Clique aqui para ver o video:

Calma!

Curiosamente o video não mostra o principal: a cara de Michael

O que eu vejo é um suposto enfermeiro que entra no quarto de Michael, acompanhando de uma mulher que nem  uniforme usa, e em menos de 5 segundos ele “toca” no braço de Michael, faz outros movimentos e sai.

E ai?

Qual era o objetivo dele em entrar no quarto, se ele já estava morto?

Na foto vemos Michael com uma faixa no braço, que supostamente o enfermeiro poderia estar colocando ou arrumando, mas ele entra e sai muito rápido.

Não esqueça do principal: a faixa está no pulso do Michael. Sim, sim, sim o pulso “deformado”

Michael mesmo “morto” ainda era observado por médicos, em um quarto que não tinha privacidade alguma.

Eles realmente adoram “socorrer” um morto.

Logo depois eles publicaram imagens da casa no dia seguinte, onde supostamente se trataria da família de Michael:

Sabe o que me parece? Que agora eles estão fazendo de tudo para denotar que Michael morreu, quando até ONTEM faziam de tudo para denotar que ele estava vivo.

Agora quero mostrar algo “incrível”, mas que o grau de importância fica por sua conta.

O Julgamento de Murray começou dia 27 de Setembro ok?

No mesmo dia estava nos Trendig Topics do Twitter a hashtag: #Am alive (Eu estou vivo)

O assunto em questão se trata de um jogo, onde o trailer tinha sido lançado aquele dia:

E dai?

E dai amados, que no video vemos uma ambulância com o mesmo número da ambulância de Michael.

=  71

Apenas coincidência?

Talvez.

Mas o que vejo é que PROPOSITALMENTE (uma hipótese) a empresa responsável pelo Jogo escolheu essa data, colocou a ambulância com esse número de propósito, assim como a chamada do video, com o objetivo de atrair assim audiência.

Isso pouco importa, o que importa mesmo é que “Im alive” funciona como música para meus ouvidos.

E por hoje é só (risos)

Vamos para o capítulo 4?

O melhor do susto é esperar por ele

Michael is alive! 

Fonte: Pri Abrantes em http://mulheresluxo.wordpress.com/2011/09/30/julgamento-conrad-murray-terceiro-dia/

Minha consideração:

Achei muito rapido o depoimento da Kai e não vi muito o terceiro dia, porque foi um dia que eu tive que sair de tarde para compromissos que eu não podia faltar! Beijos Marila Hoppe


01/10/2011 Posted by | Uncategorized | 5 Comentários

O segundo dia!


Créditos: Pri Abrantes. Beijos Marila Hoppe

Julgamento de Conrad Murray: segundo dia

28 28America/Bahia setembro 28America/Bahia 2011

Boa Noite!

Eu queria agradecer a TODOS que estão envolvindos com coração e alma, nessa busca tão incansável que tem nos devorado dia após dia.

Quero dizer,

Eu adoro ver o quanto os fãs de Michael são tão unidos, e o quanto colocam em prática aquilo que ele sempre nos ensinou: respeito!

É claro que toda regra tem a sua excessão, mas ainda acredito que o veneno só te faz mau se você engolir.

Acredito que é um erro ter razão cedo mais, ainda mais quando o assunto em questão trás consigo elementos que nos provocam a ir para o lado oposto.

Desculpa parecer meia “prepotente”, mas eu realmente preciso compartilhar isso.

Ontem ultrapassamos e atingimos juntos quase 4.000 visitas em um único dia.

O dia de ONTEM tivemos: 3.857 visitas

HOJE: 3.623 visitas

Conseguem perceber o que isso representa?

As pessoas buscam informações sobre o Julgamento, mas vem até um Blog de beLIEve se informar.

É um absurdo, por isso eu amei!

Então vamos ao que interessa: segundo dia do Julgamento de Conrad Murray.

Antes de começar quero dizer que achei “cômico” o comportamento do próprio acusado, que estava quase pedindo um travesseiro para não dormir encima da mesa.

O que denota o quanto ele estava preocupado.

Eu não acho que a defesa de Murray está ruim, pelo contrário, eles estão fazendo o que um bom advogado sabe fazer: criar teorias.

O que eu vi foi uma série de contradições vinda de Kenny Ortega comparado as suas próprias palavras, um falta de atenção vinda do assessor particular de Michael que também testemunhou, uma promotoria que não sabia o que falar diante do Juiz, e mais uma vez a presença do ACASO que quase grita para ser visto.

O que você está vendo?

Kenny Ortega:

Responsável pela turnê “This is it” de Michael Jackson, o coreógrafo relembrou os últimos momentos com o “Rei do Pop”.

“Eu senti que ele [Michael] não estava bem. Ele tinha perdido peso” disse Ortega, sobre as sucessivas faltas de Jackson aos ensaios. “Havia algo errado”, disse o produtor em outro ponto do depoimento.

“Levou um tempo para eu voltar a sentir os meus pés no chão”, afirmou Ortega sobre o momento em que recebeu a notícia da morte de Michael Jackson. “Eu reuni todo o grupo [que ensaiava naquele momento], todos se sentaram e eu contei sobre a morte [do cantor]“, descreveu.

[..]

OMG!

Kenny Ortega não tinha dito no começo do seu testemunho, que Michael Jackson estava muito bem e excitado? Então porque agora no final ele diz que MJ não estava bem? 

Paul Gongaware – AEG

A segunda e última testemunha a ser ouvida neste segundo dia foi o produtor Paul Gongaware, que trabalhou com Michael Jackson na promoção da turnê “This is it” em Londres.

Resumo:

– Gongaware falou sobre os 10 primeiros shows esgotados quase que instantaneamente, e que Michael queria acrescentar mais 21shows somando no total de 31.

– Gongaware diz Michael era obcecado em bater o recorde de Prince, onde o mesmo fez 21 shows na arena O2

– Ele disse que mesmo depois de vender 50 shows, ainda havia 250 mil pessoas à espera de bilhetes.

– Paul Gongaware afirmou que Dr. Conrad Murray pediu um salário grostesco para atender Michael, e que o valor pedido foi de 5 milhões, o qual foi considerado muito dinheiro. Paul afirma que mesmo perante a isso, Michael queria que Murray fosse seu médico, e então o chamou de volta e ofereceu um salário de  150 mil dólares por mês.

Questionado sobre o que achava do acompanhamento do médico Conrad Murray durante a turnê que Michael Jackson faria em Londres, o produtor Paul Gongaware afirmou que preferia o acompanhamento de um médico de Londres, que tivesse a licença local para trabalhar.

Paul Gongaware disse que a resposta do astro foi apontando para si mesmo: “Isto é uma máquina e tenho que tomar conta da máquina”, ao justificar a preferência pelo médico pessoal. A licença médica para Conray atuar em Londres continuou sendo discutida entre acusação e testemunha. Segundo Gongaware, o médico pessoal de Jackson disse que “cuidaria disso”, referindo-se à licença para atuar em Londres. A defesa não chegou a interrogar o produtor Paul Gongaware na terça.

[…]

Interessante..

Até ONTEM ninguém sabia sobre os 21 shows extra, e muito menos sobre a vontade de Michael em bater o recorde de Prince; que aliás tem sentido.

Mas isso não é o mais interessante aqui, quando observamos que Paul deixa claro sobre a insistência e desejo de Michael, em querer que Murray fosse seu médico.

E isso entra em GRANDE CONTRADIÇÃO com a “calúnia” apresentada ONTEM, quando os promoteres afirmaram que Murray  só estava interessado no dinheiro. Pois fica claro que Murray já estava longe, quando Michael insistiu para que ele voltasse. Não foi Murray quem disse “Eu mereço 150.000 porque sou FODA”, mas foi o próprio Michael que quis que ele ficasse. E isso meu caro, muda tudo.

Mais de um ano atrás falei aqui que Murray não tinha autorização para trabalhar em Londres, e por esse motivo ele estaria trabalhando de forma ilegal se a turnê começasse. Como podem ver isso foi afirmado pelo próprio produtor da AEG, que Murray estava trabalhando SIM de forma ilegal, e que Michael mesmo sabendo disso não fez nada.

Advogada Kathy Jorrie:

FOCO!

“Ele disse que precisava desses equipamentos para garantir a saúde de Michael Jackson”

O que isso quer dizer?

Que ao contrário do que foi dito ATÉ ONTEM, Murray solicitou SIM equipamentos de socorro para a segurança de Michael Jackson.

*Fotos desses equipamentos foram publicados no Julgamento

Ela também “ajuda” ao afirmar a mesma quantia que Paul disse sobre o salário de Murray, e ainda encerra dizendo que Murray pediu essa alta quantia pois de acordo com ele, estava deixando muitos pacientes para cuidar de Michael Jackson.

Se você for olhar usando o ponto de vista “racional”, Murray tem razão nesse sentido. Afinal, médico de Michael Jackson tem que receber bem. Ainda mais quando ele já tinha uma série de pacientes, que até hoje choram porque ele os abandonaram. Ninguém trocaria seis por meia dúzia.

Mas o interessante mesmo é isso aqui: “Ela também disse que o contrato nunca foi assinado por todas as partes, e nenhum pagamento foi feita para Murray pela AEG”

O que isso representa?

Quando Murray estava pedindo seu salário para AEG, ele estava apenas solicitando aquilo que por direito é seu.

E o pior: o documento não tinha validade alguma, porque não estava assinada por todas as partes.

Bam?

FOCO aqui!

Enquanto Katty Jorrie fornece o seu depoimento, a defesa de Murray se levanta para interrogar a testemunha.

É quando o advogado de Murray; Michael Flanagan; começa a fazer o seu trabalho.

E dai?

E dai que a estampa da gravata de Flanagan é formada por nada menos do que girassol:

Desculpa, mas eu ri!

Dúvidas?

Veja:

WTF!

Apenas coincidência?

Eu até poderia dizer que sim, se a gravata com girassol fosse algo comum.

Quem nesse mundo acorda e diz:

– Hoje vou usar uma gravata com girassol, ou de melância talvez.

??????

Um advogado? Isso não é uma festa a fantasia, ou algo do gênero. E nem ele é um palhaço ou sósia do Falcão.

“Hoje vou usar em um TRIBUNAL com transmissão MUNDIAL uma gravata de girassol”

??????

Pode até ser um “equívoco” meu, mas é muito similiar o desenho.

O que você está vendo?

[CONT..]

Michael Amir Williams: assistente pessoal de Michael Jackson

Em depoimento, Williams deu detalhes sobre o esquema de segurança utilizado no dia a dia do cantor e sobre sua rotina de ensaios. Foram mostradas fotos do interior da casa de Michael Jackson. “Ele gostava de sua privacidade, e eu respeitava”, contou o assistente.

Williams falou sobre o dia da morte do cantor, em que recebeu uma ligação de Conrad Murray dizendo: “Por favor, me liga já”. Ele contou ainda que ao telefone que o médico disse que Michael tinha tido uma “reação ruim”, mas não chegou a pedir que o assistente chamasse uma ambulância.

Ele também lembrou a noite anterior à morte de Michael, em que o cantor ensaiou seu espetáculo. “Ele estava incrível e em ótimo humor”, afirmou o assistente, acrescentando que o cantor não reclamou de dores em nenhum momento da noite.

 Williams disse que depois que ele soube da morte de Michael, Murray chegou até ele e disse que havia “ um creme que Michael não gostaria que o mundo conhecesse”

Murray pediu para levá-lo para a casa para que ele pudesse recuperar o “creme”

[…]

Oi?

“um creme que Michael não gostaria que o mundo conhecesse..”

Que absurdo!

O seu chefe ÍDOLO MUNDIAL acabou de morrer, e você invés de se preocupar com isso vai buscar um creme?

#nãosalvo

Como se o cadáver (desculpa a grosseria..) fosse levantar, e brigar com você por causa do creme.

Agora,

É claro que existe uma dupla interpretação aqui, pois Murray poderia estar querendo esconder as provas.

Por outro lado o FOCO aqui é a reação natural e absurda que o assistente PESSOAL de Michael Jackson tem, ao achar que buscar um creme era algo completamente natural.

Quando eu digo que paramédicos, segurança, assistente, cozinha e cia também deveriam ser investigados, as pessoas ainda acham que sou “cruel”, quando na verdade todos não passam de CÚMPLICES de Murray.

Não acha?

Para ouvir a mensagem telefônica de Murray para o assistente clique aqui

Foi apresentado no Julgamento um video de Murray dentro do UCLA no dia 25 de Junho de 2009, onde o médico caminha ansioso ao redor da sala da espera.  

Os promotores afirmam que a fita mostra Murray deixando o hospital em torno de 4:36 PM naquele dia – duas horas depois de MJ ter sido declarado morto.

A defesa rebateu  a alegação , e mostrou imagens adicionais onde mostra que Murray ficou cerca de 5 horas, e não duas conforme foi dito pela promotoria

(risos)

Clique aqui para ver o video

Faheem Muhammad: segurança de Michael Jackson

Faheem Muhammad afirma que Prince e Paris testemunharam Conrad Murray desesperadamente tentando reanimar seu pai na manhã em que ele morreu, e quando teve que ser removido da casa.

Muhammad disse que Paris estava “no chão enrolada e chorando”, e que Prince “ficou chocado, e lentamente começou a chorar”

Muhammad disse que Michael parecia estar morto quando chegou ao local, e quando ele percebeu que Prince e Paris estavam na porta, ele levou as crianças para baixo.

Muhammad diz que quando ouviu Murray perguntando se alguém sabia fazer socorro de parada cardíaca, foi quando seu companheiro e também guarda-costas Alberto Alvarez correu para ajudar.

Uma vez que MJ foi declarado morto, Michael Amir Williams disse que Murray pediu para voltar a casa e recuperar o “creme”, e foi quando os dois concordaram em não deixar que Murray voltasse.

Muhammad também alegou que MJ visitou o escritório do Dr. Arnold Klein várias vezes por semana, e muitas vezes saiu “um pouco embriagado”, mas nunca explicou o porquê. De acordo com Muhammad, MJ uma vez disse: “Você deve pensar que estou louco para ir todos os dias ao Dr. Klein.”

[..]

OMG!

Até a Paris foi colocada agora na cena, sendo que até ONTEM nunca tinha sido citada a sua presença.

Nunca, nunca, nunca e nunca.

Por que citaram isso AGORA?

Prince e Paris = duas testemunhas que podem ACUSAR Murray

Será que agora Prince já conseguiu coragem para ir até o tribunal?

Se ele não for….bem você já sabe a minha opinião sobre isso.

Agora pensem comigo:

O primeiro assessor disse que levou Murray até a casa para esconder o “creme”, mas o segurança acima disse que eles não concordaram em levar Murray.

Oi?

O chefe de segurança disse não ter visto agulhas, suporte para medicação intravenosa e frascos de remédios no quarto de Michael Jackson no dia de sua morte.

Hm…

Outra coisa:

O segurança que ligou para o 911 (Alberto Alvarez ) afirmou na audiência preliminar, que ajudou Murray a esconder os frascos do remédio. Se lembra disso?

Estou perdida!

Afinal Murray voltou ou não para a casa do Michael?

Quem está mentindo?

#reflita

Uma coisa é muito óbvia: Murray cometeu um grave erro médico! Isso eu não questiono ok?

Agora..

O que é incrível mesmo, é um cardiologista não saber fazer uma socorro de parada cardíaca.

Isso é mais do que SUFICIENTE para prender ele.

Lou  Ferrigno: personal trainner de Michael Jackson

Lou Ferrigno não é testemunha, mas concedeu uma entrevista falando sobre o Julgamento.

Lou Ferrgno amigo de longa data de Michael Jackson, disse para a TMZ que Michael não mostrava sinais de sofrimento físico durante os ensaios.  Lou conta que as testemunhas estão se “equivocando” no Tribunal, ao dizer que Michael estava se deteriorando nas últimas semanas antes de sua morte.  Lou diz que viu Michael semanas antes dele morrer, e que ele foi à casa de MJ onde ficou por cerca de 1 hora. Michael fez corrida cardiovascular na esteira, usou os instrumentos de exercício, trabalhou com alguns pesos leves e fez alongamento.  Lou diz que a energia de Michael era muito boa, mas ele se queixava e estava chateado, porque ele estava tendo problemas para dormir. Lou diz que Michael estava um pouco “stressado”, mas que a sua saúde estava ótima. Lou diz que duas semanas antes de Michael morrer ele foi até a casa dele, e que Michael olhou e disse: “Cuide de si mesmo”. Então Lou respondeu: “Eu vou te ver na próxima semana?”, e Michael apenas repetiu: “Cuide de si mesmo.” Lou sente que Michael sabia que algo ruim estava para acontecer.

[..]

FOCO!

“Eu vou te ver na próxima semana?”

Michael apenas repetiu: “Cuide de si mesmo”

Lou sente que Michael sabia que algo ruim estava para acontecer.

Sim, sim! Michael sabia que algo ia acontecer, e a família de Michael cansou de repetir isso

#reflita

Percebeu algo?

Lou diz que Michael estava super saudável, e que até exercícios, alongamento e esteira ele enfrentou.

Não esqueça que ele era personal trainner de Michael Jackson, e sendo assim quando o assunto é saúde ele entende.

Isso sim é interessante.

Por que?

Pelo simples motivo de que por mais que coloquem Michael como um “drogado”, as imagens de This is it deixam claro que ele estava saudável.

Os erros não param!

A promotoria errou o nome de MJ ao escrever “Micheal”:

Seria um “erro” se fosse a primeira vez que isso acontecesse.

Um promotor errando um nome tão comum?

Agora eu preciso muito da sua atenção..(risos)

Enquando as testemunhas davam as suas contribuições para o Julgamento, a TMZ fazia o que ela faz de melhor: ironia.

Em um video publicado na TMZ onde a equipe está comentando sobre o Julgamento, Harvey diz a seguinte frase no minuto 33:39:

 

Harvey:

– “O que? Se tudo isso é mentira?

Então Charles responde: “

– “E Michael está vivo”

#die

Desculpa de novo, mas eu ri. IntrigadoIntrigado

Clique aqui para ver o video da TMZ

Se lembra do video da TMZ?

TMZ TMZ, sempre TMZ.

 “E Michael está vivo”

Hipocrisia ou propósito?

Faça sua escolha!

E falando em beLIEve, todas as manhãs o Tribunal realiza um “sorteio” de algumas pessoas públicas, que poderão acompanhar naquele dia o Julgamento de Conrad Murray dentro do Tribunal.

Hoje foi sorteado 25 pessoas para 6 lugares, e de acordo com a CNN um deles se tratava de um fã, mas um fã dono de um Blog beLIEve sobre Michael Jackson

#morri

Hahaha

A Justiça não sabia disso?

Não sei, mas confesso que amei saber.

Fonte: CNN

Ontem eu quase “morri” quando vi um objetivo dentro do Tribunal, mas eu precisava de confirmação para não achar que era loucura minha.

Eis que encontrei! Pelo simples motivo que a cena se REPETIU hoje.

Quando a primeira testemunha foi chamada para depor; que no caso era Kenny Ortega; uma mulher levanta a mão pedindo para Kenny Ortega prometer que vai falar a verdade e blá blá

Então em menos de 3 segundos ela aparece e some, mas diante dela vemos algo que fará os beLIEves perderem o sono hoje:

O que? O que? O que?

Um bichinho de pelúcia de um ELEFANTE!

LOL! 

Isso é coincidência também?

#cláudia

MEU DEUS..

Isso está ENCIMA da bancada do Tribunal, praticamente na cara de um Juiz e da testemunha, e mesmo assim as pessoas acham que isso é um erro?

Risos..

Não sei em que mundo eu vivo, mas no MEU mundo um Tribunal é sinônimo de seriedade, e não de Parque de Diversão.

Aliás,

Aparecer LOGO um elefante?

Como esquecer os demais bichos que apareceram na audiência preliminar de Murray como elefante, cabeça de desenho, coelho, urso Teddy e etc.

Meu caro..não lute consigo mesmo.

E depois é eu quem sou “louca”

Elefantes = P.T Barnum, circo, 8 de outubro e etc.

Lembra? GO, GO DUMBO! Murray na Disney..

Putz!

Aparecer LOGO um elefante? +1

Damn..

Fica ligado! Toda vez que uma testemunha vai começar o seu testemunho, o elefante está lá na cara do Juiz.

– Jura que promete dizer a verdade, somente a verdade?

E o elefante responde:

– Sim!

Mesmo estando com o bumbum virado.

E para terminar, eu não podia deixar de falar de Teddy Riley.

O amigo de Michael Jackson escreveu a seguinte mensagem em seu twittter:

“Eu acredito nisso. Este tribunal de %*$#$@#, eu não estou vendo porque isso é uma novela falsa. Todo mundo está fazendo isso por qual propósito ? Fãs por favor, eu não gasto meu tempo com meu amigo e irmão. Eu não estou preocupado com tudo isso. E vocês também não precisam ficar preocupados. Deus está no controle. Muito amor para todos vocês, e que a paz esteja, você sabe..Deus fez essa citação. Que a paz ainda esteja nessa canção gospel. Escute isso”

#reflita

Mas uma coisa eu concordo com Teddy: isso é uma novela, e que é um erro se PRÉocupar.

Uma fã disse para Teddy que tudo isso é horrível, e que ela tem vontade de morrrer.

Então Teddy responde: – Você irá perder se fizer isso

JESUS CHRIST!

Não se deixe intimidar com perguntas; simplesmente tenha calma

Muitas vezes vencer é saber esperar.

Michael is alive! 

Fonte: Pri Abrantes em http://mulheresluxo.wordpress.com/2011/09/28/julgamento-de-conrad-murray-segundo-dia/

Minha consideração:

No primeiro dia vimos alguns girassóis fora do tribunal e nesse segundo dia o Michael Flanagan aparece no tribunal com uma gravata cheia de desenhos de girassóis, claro que eles sabem o que o girassol significa para nós believes e no segundo dia o elefantinho também estava lá, ele vai estar lá até o fim do julgamento pelo o que eu acredito, estamos tendo muitas evidências que nos favorecem, os dizeres do Teddy são ótimos e mais uma vez estamos vendo uma novela no tribunal! Também tivemos duas testemunhas nesse segundo dia em que os nomes deles eram usados para compra de remédio controlado para o MJ!  Beijos Marila Hoppe


01/10/2011 Posted by | Uncategorized | 5 Comentários

Boicotamos o julgamento.


Filhos de Michael Jackson: Estamos boicotando o julgamento

01/10/2011  1:00 AM  PDT PELA EQUIPE DO TMZ

O TMZ ficou sabendo que Prince, Paris e Blanket Jackson criaram um apagão auto-imposto do julgamento de Conrad Murray …

Fontes diretamente ligadas às crianças disseram ao TMZ… O  julgamento de homicídio de Michael Jackson é muito doloroso para reviver – Especialmente para Prince e Paris, que testemunharam a morte de seu pai em primeira mão.

Então Katherine Jackson nos contou que as crianças não tem a curiosidade de ligar a televisão, especialmente depois do promotor David Walgren exibir o corpo de Michael Jackson no gráfico pela primeira vez durante as declarações de abertura do julgamento.

Katherine também disse que todos estão infelizes e pertubados com a foto chocante que foi exibida para todos.

Não está claro – e é improvável -de as crianças vão ser chamados como testemunhas, mas como nós relatado anteriormente, Prince está disposto a assumir o posto.

FONTE: TMZ em http://www.tmz.com/2011/10/01/michael-jackson-conrad-murray-involuntary-manslaughter-trial-prince-paris-blanket-not-watching-trial-katherine-jackson/#.Tod4j3LIaP0

Minha consideração:

Eu posso estar enganada, mas acho que essas crianças não vão depor no julgamento, elas ficaram chocadas com aquela foto do Michael Jackson na maca, mas já relatei aqui que a foto é falsa, assim como poderia ser falso o áudio da voz de Michael arrastada, porque 4 dias após a gravação ser feita o MJ aparece belo e cheio de saúde ao lado de La Toya em 14 de maio de 2009, outra, eu não sei como eles reagiram no hospital ao ver o MJ supostamente “morto” na maca, se ficaram chocados, porque as declarações de toda a família sobre o jeito que eles estavam no dia ao ver o MJ são completamente contraditórias, uns dizem que eles estavam bem e continuam bem, outros dizem ao contrário, porque eles ficariam tão chocados com essa foto? Claro é difícil ver o pai morto, ainda mais pessoalmente, mas a família vive dizendo que eles estão sempre enfrentando bem, é estranho isso agora, o certo é que eles vão participar do tributo no próximo dia 8!

Vejam  abaixo os links que explicam como essa foto é falsa:

http://michaeljoejacksonvivo.com/2011/09/28/o-primeiro-dia/

http://michaeljoejacksonvivo.com/2011/09/30/trial-fake/

Um ótimo final de semana para todos vocês! Beijos Marila Hoppe

 

01/10/2011 Posted by | Uncategorized | 3 Comentários

Mordaça.


Créditos: Alex Dobuzinskis

30.09.2011 – 19h24

Juiz impõe “mordaça” no julgamento do médico de Jackson

Reuters

O juiz Michael Pastor, responsável pelo caso da morte do cantor Michael Jackson, no Tribunal de Los Angeles (27/9/11)

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES, EUA – O juiz do processo em que o médico de Michael Jackson é julgado por homicídio culposo impôs na sexta-feira uma “mordaça” a advogados e promotores, após um integrante da defesa aparecer na TV contando detalhes do caso.

A ordem foi emitida no quarto dia do julgamento, em que os promotores tentam provar que o médico Conrad Murray matou Jackson involuntariamente em 25 de junho de 2009, já que lhe aplicou anestésicos e não o teria monitorado adequadamente.

Na sexta-feira, os promotores levaram ao tribunal os paramédicos que atenderam Jackson depois de ele ser encontrado desacordado na mansão alugada onde vivia, em Los Angeles.

Mas a bomba do dia foi a censura imposta pelo juiz Michael Pastor depois da entrevista do advogado de defesa Matthew Alford ao programa “Today”, da NBC.

“Os advogados das partes envolvidas neste caso (…) ficam obrigados a não comentarem com ninguém fora das suas respectivas equipes, direta ou indiretamente, sobre quaisquer aspectos deste caso, seja oralmente ou por escrito”, disse Pastor no plenário.

Alford contou ao “Today” que uma testemunha alterou seu depoimento várias vezes, e declarou que Jackson era dependente do anestésico propofol, principal causa da sua morte.

No depoimento de sexta-feira, os paramédicos disseram que inicialmente ficaram otimistas com a recuperação de Jackson, pois chegaram apenas cinco minutos depois de serem chamados, mas que logo o cantor já não respondia aos estímulos.

“Eu sabia que tínhamos chegado lá muito rápido. Isso significava que tínhamos uma boa chance de reiniciar o coração se essa fosse a questão”, disse o paramédico Richard Senneff.

Mas ele acrescentou que logo notou que Jackson já havia passado mais de cinco minutos desacordado. “A pele dele estava muito fria ao contato. Quando dei uma primeira olhada nele, seus olhos estavam abertos, e as pupilas estavam dilatadas. Quando liguei a máquina de eletrocardiograma, (o gráfico) já estava plano.”

Fonte: UOL CELEBRIDADES em http://celebridades.uol.com.br/noticias/reuters/2011/09/30/juiz-impoe-mordaca-no-julgamento-do-medico-de-jackson.htm

Minha consideração:

Esse juiz está muito brincalhão, toda vida ele faz piadas e risos dentro do tribunal, coisa que não iríamos ver se fosse dentro de um julgamento real, até porque já vimos que ele aceitou algumas coisas com erro ali dentro do julgamento! É sem sentido ele impor mordaça agora, já que ele está mostrando tudo ao vivo para emissoras de TV!   Beijos Marila Hoppe


01/10/2011 Posted by | Uncategorized | 3 Comentários

Richelle Cooper


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Médico de Michael Jackson disse em hospital que cantor estava desidratado

 Olá,

A Dra. Richelle Cooper da área emergencial do hospital foi a primeira médica a atender o corpo de Michael Jackson e afirma que o Dr. Conrad Murray se enganou ao contar para ela, que as condições de MJ, era que ele estava desidratado.

093011_richlle_cooper_trial

De acordo com Dr. Richelle Cooper, o Dr. Murray disse que tinha administrado apenas 4 mg de Lorazepam em MJ.

E mais uma vez, Dr. Murray nunca mencionou Propofol.

0930_mjs_er_gurney

medico-de-michael-jackson-nada-disse-sobre-os-frascos

Não é impressionante?

Este Dr. Conrad Murray não sabe fazer massagem cardiáca, não sabe usar aparelho de medição de pulsação pelo dedo, não sabe contar dosagem de medicamentos, não sabe dizer quando um paciente está desidratado… E ainda é médico e Cardiologista… Meu Deus!!!

Lyllyan

Fonte: TMZ

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/01/medico-de-michael-jackson-disse-em-hospital-que-cantor-estava-desidratado/#more-42113

Minha consideração:

Esse Conrad Murray só pode ser um ator, ele não faz nada direito, e sem falar que só faz direito o seu trabalho se o paciente for amiga, porque caso contrário o paciente pode morrer! Beijos Marila Hoppe


01/10/2011 Posted by | Uncategorized | 5 Comentários

Martin Blount


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Médico de Michael Jackson nada disse sobre os frascos

 Olá,

O segundo paramédico que ajudou a ressuscitar Michael Jackson afirma que o Dr. Conrad Murray lhe informou que os frasco de IV encontrados no quarto era uma inofensiva solução salina.

0930_witness_ff_02

De acordo com Martin Blount, Dr. Murray insistiu que a solução salina foi usada porque MJ estava “desidratado” por causa de um ensaio de 16 horas que ocorreu no dia anterior.

Blount afirma Murray nunca mencionou Propofol.

Senneff  e outro paramédico, testemunharam o Dr. Murray limpando os frascos depois que MJ foi levado para a ambulância.

medico-de-michael-jackson-usou-equipamento-errado-de-monitorar-pulsacao

Eu tenho minhas dúvidas quando dizem que Dr. Conrad Murray estava “desesperado”… Como uma pessoa “desesperada” ao ver que a outra esta morrendo  vai fazer ligações? E ai só depois chama a ambulância!

E para piorar, que médico é este que ao invés de acompanhar o paciente até a ambulância preferiu ficar no quarto escondendo os frascos dos remédios?!

Isto é chocante!!!

Lyllyan

Fonte: TMZ

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/09/30/medico-de-michael-jackson-nada-disse-sobre-os-frascos/

Minha consideração:

Ele não demonstrou estar preocupado, mesmo no tribunal ele aparece calmo, de vez em quando ele atua demonstrando uma que outra preocupação, mas na maior parte do tempo ele demonstra estar calmo e até com cara de sono! Beijos Marila Hoppe


01/10/2011 Posted by | Uncategorized | 4 Comentários