Michael Joe Jackson Nós Te Amamos!

Nós Te Amamos!

Propofol.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Michael Jackson amava Propofol

 Olá,

A gravação foi apresentada durante o depoimento do detetive Scott Smith, da Polícia de Los Angeles, na segunda semana do julgamento de Murray por homicídio culposo de Michael Jackson.

1007_conrad_murray_interview2

No áudio, Murray diz aos detetives Scott e Orlando Martínez que trabalhava tempo integral para Michael Jackson havia dois meses quando este morreu aos 50 anos, em 25 de junho de 2009, por uma overdose do sedante Propofol. No entanto, já o atendia “intermitentemente” desde 2006.

É a primeira vez que a voz do cardiologista de 58 anos é ouvida no julgamento que deve durar mais três semanas e que poderá enviá-lo à prisão por quatro anos.

Murray disse aos investigadores que quando Michael Jackson o contatou para oferecer a ele o emprego e lhe pediu que o ajudasse a dormir, ele perguntou se tinha testado remédios como Lorazepam ou Valium e que o artista respondeu que nenhum deles funcionava.

Michael Jackson “me perguntou então que tal o Diprivan, esse funciona”, disse Murray. “Diprivan é outro nome para o Propofol, que é o ”leite””, explica o médico aos detetives na reunião realizada com eles em 27 de junho na Marina del Rey, oeste de Los Angeles.

O rei do pop estava tão familiarizado com o poderoso sedativo (utilizado como anestésico em intervenções cirúrgicas) que se referia a ele como seu “leite”, por sua cor branca.

“Eu disse a ele: ”mas isso não é um remédio, é necessário encomendá-lo, não sei como conseguir” (…) ”Não posso te ajudar porque não tenho acesso a esses produtos””, disse Murray.

Michael Jackson pediu então que ele conversasse com o médico David Adams, que tinha dado Propofol a Michael Jackson várias vezes antes em Las Vegas, de acordo com Murray.

Quando o novo médico de Michael Jackson contatou Adams, este teria respondido, sempre segundo Murray: “oh, sim, conheço Michael, ele ama essa droga”.

É um ponto a favor da defesa, que alega que o artista era viciado nos remédios e auto administrou a overdose que o matou. No entanto, a promotoria responsabiliza o médico pela morte de Michael Jackson, afirmando que ele descuidou de seu paciente depois de tê-lo administrado Propofol.

interrogatorio-de-medico-de-michael-jackson-e-exibido-pela-1%c2%ba-vez

Lyllyan

Fonte: TMZ e Terra

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/07/michael-jackson-amava-propofol/#more-42424




08/10/2011 - Posted by | Uncategorized

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: