Michael Joe Jackson Nós Te Amamos!

Nós Te Amamos!

Especialista em insônia.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Especialista em sono depõe no julgamento de médico de Michael Jackson

Olá,

Dr. Kamangar Nadar, médico pneumologista e especialista distúrbios do sono, disse ao júri que o Dr. Conrad Murray ter administrado Propofol fora das instalações hospitalares sem monitoramento é “inconcebível”.

1012_orlando_witness

Dr. Nadar Kamangar, segunda pessoa a depor nesta quarta-feira, 12, tem uma opinião muito parecida com a do Cardio logista Alon Steinberg, primeira testemunha do 11º dia de julgamento do médico Conrad Murray – acusado de homicídio culposo pela morte de Michael Jackson.

Dr. Kamangar, que é membro do CA Medical Board disse que encontrou “vários desvios extremos” nos padrões de atendimento no que se refere à insônia feito pelo Dr. Murray.

Dr. Kamangar disse ao tribunal que a insônia é um problema comum na UTI e que ele usa Propofol como forma de tratamento diariamente, mas com muita cautela.

Dr. Kamangar disse que se deve ter muito cuidado ao usar o sedativo, pois ele pode ter uma reação extremamente imprevisível, especialmente quando usado com outros sedativos.

Dr. Kamangar disse ao júri que os pacientes que utilizam Propofol precisam ser monitorados de perto porque o seu estado pode mudar a qualquer minuto.

Dr. Kamangar disse que o Dr. Murray cometeu “negligência grosseira” ao cuidar de Michael Jackson.

Dr. Kamanger disse aos promotores que é necessária uma bomba automática para administrar Propofol em pacientes, porque a medicação é muito forte, fato que não aconteceu no caso de Michael Jackson.

Dr. Kamanger disse ao júri que o Dr. Murray nunca poderia ter dado para MJ qualquer tipo de sedativos porque ele estava desidratado, o que significa que sua pressão arterial já estava baixa.

Dr. Kamanger disse que o Dr. Murray cometeu uma grave violação no padrão de atendimento ao executar a CPR.

Dr. Kamanger criticou a demora do Dr. Murray em ligar para o serviço de emergência, dizendo que foi uma “falta de cuidado irracional”. Ele disse que o cérebro começa a morrer se não recebe oxigenação necessária depois de quatro ou cinco minutos. Ao esconder informações dos médicos do pronto-socorro, Dr. Kamangar disse que o Dr. Murray violou a primeira norma da medicina : colocar a vida do paciente em primeiro lugar.

Dr. Kamanger disse que o Dr. Murray fracassou em não chamar o 911 e ao invés disto chamou o assistente de MJ isto monstra um “desvio inconcebível de cuidados”.

Dr. Kamanger disse que o Dr. Murray foi totalmente antiético ao ignorar os “sinais claros” de dependência de medicamentos de MJ.

O juiz acaba de anunciar ao júri que não haverá julgamento na sexta-feira por causa de problemas de programação.

dr-conrad-murray-fez-tudo-errado-e-e-o-responsavel-pela-morte-de-michael-jackson

Lyllyan

Fonte: TMZ

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/12/especialista-em-sono-depoe-no-julgamento-de-medico-de-michael-jackson/

Minha consideração

Ele explicou muitas coisas importantes sobre a insônia, inclusíve foi bom para mim aprender um pouco mais, porque eu tenho uma forte insônia, e ter insônia é horrível!  Beijos Marila Hoppe



12/10/2011 Posted by | Uncategorized | 33 Comentários

Não se matou sozinho!


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Advogados do Dr.Conrad Murray diz que Michael Jackson não se matou sozinho

 Olá,

A defesa do médico Conrad Murray mudou de discurso nesta quarta-feira, 12, durante seu julgamento e abandonou a ideia de tentar provar que Michael Jackson teria provocado a própria morte ao ingerir o anestésico propofol.

1012_conrad_murray_bn

Segundo o site TMZ, o advogado de defesa do médico, Michael Flanagan, disse que um estudo independente foi feito e ficou comprovado que a ingestão de propofol não resultaria em morte.

Durante o primeiro dia de julgamento, Ed Chernoff, outro advogado de defesa do médico, declarou em seu discurso de abertura que eles provariam que Michael Jackson administrou uma dose de propofol sozinho e assim provocou a própria morte.

dr-alon-streinberg-diz-que-medico-de-michael-jackson-fez-tudo-errado

O que será que a defesa do Dr. Conrad Murray irá começar alegar a partir de agora… Que Michael Jackson morreu por causas naturais?!

Lyllyan

Fonte: TMZ e EGO Notícias

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/12/advogados-do-dr-conrad-murray-diz-que-michael-jackson-nao-se-matou-sozinho/

Minha consideração:

Estou acompanhando essa novela e cada vez está mais complicado tudo isso, estamos esperando para ver as cenas dos próximos capítulos, porque é uma coisa estranha atrás da outra! Beijos Marila Hoppe


12/10/2011 Posted by | Uncategorized | 10 Comentários

Dr. Alon Steinberg.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Dr. Conrad Murray fez tudo errado e é o responsável pela morte de Michael Jackson

Olá,

Dr. Alon Steinberg, um dos principais cardiologistas da Califórnia Medical Board depôs no dia de hoje, 12/10/11 dizendo que o Dr. Conrad Murray demonstrou “um desvio extremo” das práticas padrões em seus cuidados com Michael Jackson.

Dr. Steinberg deixou bem claro que ele é um cardiologista não um anestesista.

Dr. Steinberg disse que ele apenas reviu o caso do Dr. Murray através do depoimento feito pelo médico dois dias depois da morte de MJ e Dr. Murray é o “juiz de suas próprias palavras.”

Dr. Steinberg encontrou 06(seis) desvios separados e distintos do padrão de atendimento, todos qualificados como negligência grosseira. Propofol só deve ser utilizado para procedimentos em um hospital e nunca deve ser usado para dormir.

Dr. Steinberg disse que nunca ouviu falar de alguém usando Propofol para dormir.

Dr. Murray não tinha os equipamentos básicos em caso de uma emergência.

Dr. Steinberg disse que o Dr. Murray não tinha ideia do que ele estava fazendo. O que ele deveria ter feito é ter usado Flumazenil, um antídoto para o Propofol, ligado para o 911 e utilizado um equipamento de oxigênio, poderia ter salvo o Michael Jackson, mas ao invés disto ele começou a dar-lhe compressões torácicas sem necessidade, pois o coração de MJ ainda estava batendo.

Outro erro enorme, o Dr. Murray não chamou o 911. Dr. Steinberg disse aos jurados que a primeira coisa que o Dr. Murray deveria ter feito era ter chamado o 911.

Quando o Dr. Murray finalmente pediu ajuda, ele chamou o Assistente de MJ.

Dr. Steinberg disse que para cada minuto perdido, é menos chance do paciente sobreviver. E se o paciente viesse a sobreviver poderia ter danos cerebrais após os 05 minutos de atraso.

Dr. Steinberg classificou o comportamento do Dr. Murray de “bizarro”.

Outro grande desvio, o  Dr. Murray não tomou nota de nada que aconteceu. Isto é importante não só para fins de seguro e legal, mas também para se certificar que tudo está documentado, para que não sejam cometidos erros. Nem um único sinal foi escrito o que causou confusão na sala de emergência.

Dr. Steinberg disse que a falta de cuidado do Dr. Murray “contribuiu diretamente para a morte prematura de Michael Jackson.”

Dr. Steinberg disse que mesmo que o MJ tivesse tomado a dose fatal, o Dr. Murray ainda estaria em falta com o paciente por tê-lo deixado sozinho naquele quarto, que seria a mesma coisa de deixar um bebê em uma bancada.

Dr. Steinberg disse aos advogados de defesa que o Dr. Murray não está treinado para aplicar Propofol.

Dr. Steinberg disse que não sabia muito sobre o Dr. Murray até ler as transcrições do depoimento do médico para a polícia.

Dr. Steinberg disse que, de acordo com as transcrições do depoimento do Dr. Murray, o médico deu gotas de Propofol para MJ na noite em que o cantor morreu, além das 25 mg iniciais.

Dr. Steinberg disse que no depoimento é mencionado claramente a palavra “gotejamento”. Isso pode ser importante porque a defesa está sugerindo que a quantidade que o Dr. Murray deu ao MJ era muito pequena para matar ninguém.

Dr. Steinberg disse que o Dr. Murray teria que manter o gotejamento por mais tempo para manter o MJ dormindo por mais alguns minutos.

Os Advogados do Dr.  Murray perguntaram para o Dr. Steinberg se ele realmente acreditava que o Dr. Murray deixou o quarto por dois minutos … sugerindo que poderia ter sido mais.

Dr. Steinberg disse que ele não tem dúvida de que MJ estaria vivo hoje se o Dr. Murray tivesse simplesmente ligado para o 911.

legista-duvida-que-michael-jackson-tenha-causado-a-propria-morte

A grande preocupação aqui demonstrar a negligência para o médico perder a licença médica e não comprovar que o médico matou alguém…

Lyllyan

Fotne: TMZ

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/12/dr-conrad-murray-fez-tudo-errado-e-e-o-responsavel-pela-morte-de-michael-jackson/#more-42645

Minha consideração:

Ele só vai perder a licença, porque a advogada Ann Fitz já explicou, é muito provável que ele não seja preso, porque a cada ano que um acusado passa  na prisão custa aos contribuintes cerca de US $ 30.000, então a probabilidade dele ser preso é mínima, conforme o que a advogada falou e ela entende muito do assunto! Beijos Marila Hoppe


12/10/2011 Posted by | Uncategorized | 3 Comentários

Katherine emocionada.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Mãe de Michael Jackson voltou a chorar no tribunal

 Olá,

A mãe de Michael Jackson desabou em lágrimas quando lhe foi dito que seu filho morrera, e a filha do cantor, Paris, falou que não queria ser órfã, ouviu um tribunal de Los Angeles nesta terça-feira.

Katherine e Joe, pais de Michael Jackson: sem grandes homenagens no aniversário de um ano da morte do filho. (Foto: AP)

Katherine Jackson voltou a chorar no tribunal quando o julgamento por homicídio culposo do médico de Michael Jackson, Dr. Conrad Murray, entrou em sua terceira semana.

Os jurados ouviram Murray contar à polícia, em interrogatório gravado, sobre as horas dramáticas passadas no hospital em 25 de junho de 2009, quando Michael Jackson foi oficialmente pronunciado morto.

Murray, que se declarou inocente de homicídio culposo (não intencional) no caso da morte de Jackson, disse que naquele dia foi, juntamente com um médico da sala de emergência, contar a Katherine Jackson que seu filho morrera. “Ela desabou e começou a chorar. Ficamos lá, seguramos a mão dela”, disse Murray à polícia no interrogatório, gravado dois dias após a morte repentina de Jackson aos 50 anos de idade.

Rebbie, uma irmã de Michael  Jackson, abraçou sua mãe enquanto Murray dizia na fita que recomendara que fosse feita uma autópsia do corpo de Michael Jackson para determinar a causa da morte. As autoridades determinaram mais tarde que Michael Jackson morreu de uma overdose do poderoso anestésico propofol, em conjunto com sedativos.

Murray admitiu à polícia que deu propofol a Michael Jackson para ajudá-lo a dormir, mas seus advogados alegam que Michael Jackson tomou por conta própria uma dose extra de propofol que provocou sua morte. O médico disse à polícia que entrou em uma sala do hospital com o empresário de Michael Jackson, seu assistente pessoal e uma assistente social e encontrou os três filhos do cantor comendo alguma coisa.

O médico disse que não lembrava exatamente quem informou as crianças da morte do pai delas, mas que elas começaram a chorar. Ele lembrou que Paris Jackson, então com 11 anos, disse “que não queria ser órfã”. Se for condenado, o médico pode ser sentenciado a até quatro anos de prisão.

Em outro depoimento nesta terça-feira, o detetive da polícia de Los Angeles Scott Smith admitiu, ao ser inquirido pela defesa, que suas anotações indicavam que um frasco do sedativo lorazepam foi encontrado em uma bolsa de soro dentro de um guarda-roupa na mansão de Michael Jackson.

Um investigador do instituto médico legal havia testemunhado anteriormente que era um frasco de propofol que tinha sido encontrado dentro da bolsa de soro. Os promotores dizem que as provas apresentadas no julgamento vão mostrar que, depois de injetar propofol em Michael Jackson, Murray lhe administrou soro com propofol.

Mas os advogados da defesa argumentam que Murray deu a Michael Jackson apenas 25 miligramas de propofol, uma dose relativamente pequena, e não lhe administrou a droga com soro depois disso.

Nenhum filho quer ficar órfão de pai ou de mãe…

Lyllyan

Fonte: G1

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/11/mae-de-michael-jackson-voltou-a-chorar-no-tribunal/

Minha consideração:

Nenhum filho, tanto adulto, quanto criança quer ser orfão de pai e mãe, nenhum filho quer se sentir sozinho no mundo e desamparado, porque é completamente triste ser orfão! Beijos Marila Hoppe


12/10/2011 Posted by | Uncategorized | 21 Comentários

Smokey Robinson.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Smokey Robinson diz que tem “pena” do médico de Michael Jackson

 Olá,

Smokey Robinson disse que não quer que sua simpatia pelo Dr. Conrad Murray seja interpretada como apoio ao médico.

1011_smokey_robinson_tmz_EX

Ele disse ao TMZ que “sente pena do cara”, mas ainda acredita que Murray é 100% culpado.

No início desta semana, Smokey disse ao Access Hollywood … “Eu realmente sinto pena deste médico, pois ele estava sob a influência de estar feliz porque estava ao lado de Michael Jackson.”

Agora, Smokey disse que não quer que ninguém fique confuso sobre sua opinião sobre o caso de homicídio:  ”Deixe-me ser bem claro, eu acredito que o Dr. Murray é responsável pela morte de Michael Jackson, através de sua absoluta negligência.”

Smokey acrescenta: “Eu conhecia Michael Jackson desde que ele tinha 10 anos e o amava como a um irmão mais novo. Sua morte prematura foi um dos acontecimentos mais trágicos da minha vida.”

Eu também tenho muita pena do Dr. Conrad Murray, afinal não deve ser nada fácil ir ao tribunal todos os dias, ser acusado de ter matado uma pessoa que o mundo inteiro conhecia e não saber o que acontecerá daqui para frente… É duro!!!

Como diz a cantora Kátia em sua música “não está sendo fácil, não está sendo fácil viver assim…”

Lyllyan

Fonte: TMZ

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/11/smokey-robinson-diz-que-tem-pena-do-medico-de-michael-jackson/

Minha consideração:

Não está sendo nada fácil desde que tudo começou, mas procuramos nos manter firmes, mesmo quando nos stressamos, e isso tem acontecido muito porque esse julgamento nos deixa cansado e cheios de stress!  Beijos Marila Hoppe


12/10/2011 Posted by | Uncategorized | 21 Comentários

Christopher Rogers.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Legista duvida que Michael Jackson tenha causado a própria morte

Olá,

Michael Jackson não pode ter se administrado a dose de anestésico propofol que causou a sua morte, em 2009, disse na terça-feira em depoimento o médico legista responsável pela autópsia.

101111_dr_murray_v2_video

Christopher Rogers afirmou a jurados que ele qualificou a morte do cantor como homicídio. Conrad Murray, médico particular de Michael Jackson, está sendo processado por homicídio culposo, algo que ele nega, embora tenha admitido que administrou propofol a Jackson como sonífero.

Sua defesa alega que o cantor causou a própria morte ao reforçar a dose de propofol quando Murray havia saído do quarto dele, na manhã de 25 de junho de 2009.

“As circunstâncias, sob o meu ponto de vista, não apoiam (a tese da) autoadministração de propofol”, declarou Rogers.

Murray disse à polícia que passou dois minutos fora do quarto, e Rogers disse que isso não seria suficiente para que Michael Jackson se administrasse uma dose adicional do medicamento.

O médico do IML de Los Angeles afirmou que, como não havia equipamentos de dosagem adequados no quarto de Michael Jackson, Murray poderia ter facilmente submestimado a quantidade de medicamento dada ao cantor.

“O problema que o sr. Jackson tinha era não conseguir dormir, e não é apropriado administrar propofol nessa situação. O risco supera o benefício”, disse Rogers.

Testemunhas e registros telefônicos revelaram que Murray passou mais de 45 minutos ao telefone ou escrevendo emails antes de supostamente encontrar o cantor desacordado e chamar uma ambulância.

Num dia dramático, no começo da terceira semana de julgamento, os jurados viram uma foto do corpo de Jackson, esquálido e nu, na mesa de autópsia.

Alguns fãs no plenário soluçaram discretamente, e uma pessoa saiu da sala, muito emocionada. A família de Jackson pediu para não ver as imagens da autopsia.

foto-da-autopsia-de-michael-jackson

Nunca acreditei que o Michael Jackson pudesse aplicar em si mesmo um anestésico como Propofol… Isto é furada!!!

Fonte: TMZ

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/11/legista-duvida-que-michael-jackson-tenha-causado-a-propria-morte/

Minha consideração:

Eu também dúvido que ele tenha causado a própria morte, porque é impossível se aplicar Propofol, quando é colocado Propofol na pessoa, se conta de 100 a 0 e a pessoa escuta apenas 99! Beijos Marila Hoppe


12/10/2011 Posted by | Uncategorized | 3 Comentários

Foto da autópsia!


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Foto da autópsia de Michael Jackson

 Olá,

Dr. Christopher Rogers, legista que fez a autópsia no corpo de Michael Jackson, disse que o cantor morreu por homicídio. O médico depôs nesta terça-feira (11), na terceira semana de julgamento de Dr. Conrad Murray.

Perguntado pela promotoria como teria sido a morte do cantor, o legista disse que o cantor morreu por homicídio, já que ele não teria condições de acordar e se automedicar em apenas dois minutos. Dr. Murray alega deixou seu paciente sozinho no quarto por esse período para ir ao banheiro.

Dr. Rogers também contou que a causa da morte foi uma intoxicação de propofol agravada por diazepam e lorazepam. Em seguida, o promotor David Walgren mostrou uma foto do corpo de Michael Jackson após a autópsia.

1011_michael_jackson_gurney_2
Dr. Rogers também contou em sua perícia descobriu que Michael Jackson tinha a próstata inchada, o que lhe causava problemas para urinar, e que seu coração era saudável.

michael-jackson-nunca-mencionava-outros-medicos-para-o-dr-conrad-murray

promotor-david-walfren-inicia-o-julgamento-da-morte-de-michael-jackson

Não consegui achar  o outro braço completo deste corpo…

Quando morremos o corpo fica roxo ou azul escuro e a boca fica também e ai está muito vermelha parece até que passaram batom… E o corpo está corado…

Ueh?! O cérebro dele não tinha sido tirado para anáise? Como é que tem tanto cabelo assim? Ele não estaria careca? E detalhe!!! Vejam como o cabelo dele está arrumado para quem teve o cérebro arrancado…

As panturrilhas e canelas estão deformadas no tamanho… A dimensão do corpo também está…

A cor da pele dos ombros é diferente da cor abaixo do peito, parece que dividiram o corpo com uma linha, a região dos joelhos também está com cores diferentes, mais uma divisão do corpo…

Falta umbigo…

Morte foi em 25/06/2009 e não no dia 25/08/2009… Aff!!!

Enfim, será que dá para divulgarem uma foto decente e verdadeira?

Lyllyan

Fonte: TMZ e Terra

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/11/foto-da-autopsia-de-michael-jackson/

Minha consideração:

Nessa foto o Michael está sem umbigo e sem os peitos, o que foi a primeira coisa que notei e fatalmente acabei lembrando do comercial das havaianas em que a Fernanda Vasconcellos estava sem umbigo, no clipe da Britney Spears que também estava sem o umbigo, todos com o mesmo erro do photoshop, e o outro erro gritante foi a data, 25 de agosto de 2009, originalmente não era em 25 de junho de 2009? Isso é um erro que não deveria acontecer, tem que falaram que tiraram o cérebro, só que aí ele está com bastante cabelo, o que demonstra que não cortaram a cabeça dele, sem falar nas cores, parece que juntaram vários corpos em um só, sinistrão isso! Beijos Marila Hoppe


12/10/2011 Posted by | Uncategorized | 8 Comentários

Outra parte do depoimento de Murray.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Júri segue ouvindo depoimento do Dr. Conrad Murray

Olá,

A divulgação do depoimento de duas horas feito pelo Dr. Conrad Murray para os policiais dois dias depois da morte de Michael Jackson continuam.

1011_murray_part-2

Na gravação, Murray conta que Paris, a filha de Michael Jackson, ficou muito desesperada ao receber a notícia da morte do pai no hospital e disse que não queria ser uma órfã. “Ela disse para mim: ‘Você salvou muitas vidas. Por que não salvou meu papai?’. Respondi que tinha feito o meu melhor”, afirmou Conrad na gravação.

Murray contou aos detetives como ele consolou as crianças, Prince, Paris e Blanket no hospital depois de MJ morreu. Ele disse para as crianças “chorem e chorem…”Paris disse que não queria ser “uma órfã.”

No áudio, ele também contou aos policiais que a menina e os outros filhos do artista, Prince e Blanket, viram o corpo do pai morto, o que foi permitido pelos assistentes sociais do hospital.

Enquanto o corpo de MJ estava sendo preparado para ser visto, Conrad disse que o restante da família começou chegar.

Ele estava em uma sala de conferências grande com Katherine e La Toya, quando a Katherine lhe perguntou: “Você sabe por que ele morreu.” Murray disse que não.

De acordo com Murray, Joe Jackson nunca apareceu no hospital.

Murray disse que, em seguida, foi para outra parte da UCLA para ajudar os advogados da família redigir um comunicado para a imprensa. Isto poderia explicar porque as câmeras de vigilância do hospital gravaram o Murray saindo da sala de emergência naquela tarde.

Murray disse aos detetives que MJ visitava outros médicos. Ele disse que o Dr. Klein via MJ três vezes por semana e ele deixa o consultório completamente perdido.

Ainda na gravação, os policiais contaram a Murray que haviam encontrado maconha no quarto de Michael e perguntaram se ele sabia se o popstar fumava a erva. O médico respondeu que não. Ele também afirmou para os policiais que o cantor enxergava tão mal que ele podia ser considerado “legalmente cego”.

“O senhor Jackson tinha problemas para urinar… No transcurso dos últimos meses, ele me explicou que quando ia ao banheiro, levava horas para urinar’, contou Murray à polícia.

“Na verdade, ele se molhava. As pessoas o deixavam lá (no toalete), voltavam e ele ainda não conseguia ir ao banheiro’, emendou.

Murray descreveu que tratou Jackson por desidratação e fadiga em momentos diferentes, explicando que o cantor não se alimentava muito bem.

“Ele não bebia, nem comia. Dizia que durante toda a sua vida a sua mãe teve que obrigá-lo a comer quando era menino. Ele não gostava de ingerir alimentos. E os alimentos que comia, quando comia, eram, na maior parte das vezes, frango e arroz’, explicou Murray.

Murray disse aos detetives que sua maleta que continha propofol ainda estavam no armário de MJ.

juri-ouviu-apenas-metade-do-depoimento-do-dr-conrad-murray

Lyllyan

Fonte: TMZ e Jornal do Brasil

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/11/juri-segue-ouvindo-depoimento-do-dr-conrad-murray/

Minha consideração:

Hoje eu não pude acompanhar o julgamento, mas fiquei informada pelos comentários do blog da Pri e o post maravilhoso que ela fez hoje, eu pensei que ele era vegetariano e por isso não comia carne! Beijos Marila Hoppe


12/10/2011 Posted by | Uncategorized | 8 Comentários

Professora ficou surpresa com o MJ.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

“Estou surpresa com você, Michael Jackson!”

 Olá,

Extraído do livro do Jermaine Jackson “You Are Not Alone”

 A maior peça que eles pregaram foi em uma criança tagarela chamada Sean, e eles decidiram que ele precisava de uma lição. John, sem dúvida contando com as habilidades adquiridas no trabalho funerário, cavou um buraco no terreno da escola, com um pouco mais de 1 metro de profundidade.

Eu não testemunhei como eles tinham conseguido fazer com que ele caísse ali, mas Sean – cabelos todos loiros e corte dos Beatles – de algum jeito acabou ajoelhado no buraco, enquanto Michael e John chutavam a terra enterrando-o até o peito. E então, uma professora apareceu.

“Quem fez isso? Tire ele daí agora mesmo!”

Essa foi uma das raras vezes em que eu ouvi uma professora usando as palavras de advertência: “Estou surpresa com você, Michael Jackson!”

Travessuras de crianças… Rs

Lyllyan

Fonte: MJJ KING

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/11/estou-surpresa-com-voce-michael-jackson/#more-42579

Minha consideração:

Muito engraçada a história, o Michael é muito fofo mesmo, desde quando era criança gosta de pregar algumas peças nas pessoas! Ele deixou até a professora com um ar de surpresa! Beijos Marila Hoppe


12/10/2011 Posted by | Uncategorized | 3 Comentários

Tributo no Japão.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Jermaine Jackson avisa que não participará de tributo no Japão

 Olá,

Hoje a família Jackson está nas manchetes por causa de um possivel show beneficinete que acontecerá no Japão.

Um dos membros da família que não irá participar no evento é Jermaine Jackson.

A estrela escreveu em seu Twitter para seus fãs: “Em resposta a matéria divulgada pelo TMZ, eu gostaria de esclarecer que eu não vou participar de qualquer show em homenagem que esteja planejado em Tóquio. Boa noite a todos.”

irmao-de-michael-jackson-irao-fazer-outro-tributo-mas-sem-o-randy-jackson

É impressão minha, ou está rolando um stress entre os irmãos da família Jackson? Como diz, estava demorando eles voltarem ao normal… Rs

Lyllyan

Fonte: Examiner

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/10/jermaine-jackson-avisa-que-nao-participara-de-tributo-no-japao/

Minha consideração:

Agora está começando um stress entre os irmãos de MJ, o Jermaine não quer participar desse tributo no Japão, antes de acontecer esse tributo no Japão já está acontecendo um stress básico, então eu imagino como vai ser quando realmente ocorrer o tributo, esperamos que seja bem organizado e bonito, digno de MJ! Beijos Marila Hoppe

 


12/10/2011 Posted by | Uncategorized | 7 Comentários