Michael Joe Jackson Nós Te Amamos!

Nós Te Amamos!

Dr. Kamanger.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Julgamento do médico de Michael Jackson foca uso de Demerol pelo cantor

 Olá,

Um especialista em soníferos depôs nesta quinta-feira, 13/10/2011, dizendo que a dependência de Michael Jackson do analgésico Demerol poderia tê-lo levado a sofrer de insônia, mas disse que, mesmo assim, o médico do cantor errou ao lhe dar propofol para dormir.

1012_orlando_witness

O doutor Conrad Murray está sendo acusado de homicídio involuntário devido à morte do cantor de “Thriller”, em 2009, de uma overdose de sedativos e do anestésico propofol.

Os promotores dizem que Murray foi negligente no atendimento que deu a Michael Jackson, mas os advogados de defesa do médico esperam transferir parte da culpa a outro médico que deu Demerol a Michael Jackson. Para eles, foi o Demerol que acabou provocando a insônia que Murray tratava.

Murray disse à polícia que deu propofol a Michael Jackson para ajudá-lo a dormir na noite em que o cantor morreu em sua mansão em Los Angeles. Seus advogados dizem que Jackson se deu sozinho uma dose extra e fatal da droga, que ele chamava de seu “leite.”

Inquirido pelo advogado de defesa J. Michael Flanagan, o especialista em medicina do sonoDr. Nadar Kamanger disse que a revisão que fez dos dados médicos de Michael Jackson mostra que o cantor recebeu Demerol do dermatologista doutor Arnold Klein, de Beverly Hills.

“Geralmente evito usar Demerol” com pacientes, disse Kamangar no banco das testemunhas. “O medicamento pode ativar uma pessoa, torná-la mais hiper ou excitada, gerar mais estímulo.”

Flanagan perguntou: “Isso pode provocar insônia?”

“Com certeza”, disse Kamangar.

Nos argumentos iniciais, três semanas atrás, o advogado principal da defesa, Ed Chernoff, disse aos jurados que, nos meses que antecederam sua morte, Michael Jackson foi ao consultório de Klein até duas ou três vezes por semana.

“O doutor Arnold Klein viciou Michael Jackson em Demerol”, disse Chernoff na época.

O juiz da Corte Superior de Los Angeles Michael Pastor negou um pedido da defesa para convocar Klein para depor, dizendo que o depoimento dele não seria suficientemente relevante ao caso.

Não foi possível alcançar Klein nesta quinta-feira para ouvi-lo.

No banco das testemunhas, Kamangar disse não dispor de informações suficientes para determinar se Michael Jackson tinha dependência de Demerol.

Flanagan perguntou a Kamangar sobre um estudo chinês feito em 2010 sobre o uso de propofol para induzir o sono em pacientes com insônia grave, que mostrou que a droga ajudava essas pessoas.

Kamangar disse que o estudo é extremamente experimental e não justifica usar o propofol como sonífero em um ambiente hospitalar, muito menos em casa.

“Mesmo os autores do estudo explicam no final que é um experimento muito preliminar e que são necessários muito mais estudos para sequer se cogitar em usar essa droga para tratar a insônia”, disse Kamangar.

michael-jackson-amava-propofol

Que coisa mais confusa!!! Michael Jackson é viciado em Demerol, mas na verdade ele ama Propofol que é o “leitinho”… Mas , não encontraram Demerol na autópsia…

Portanto se comprovar que o problema todo foi o Demerol o culpado é o Dr. Arnold Klein e se provar que foi o Propofol,  o culpado vai ser o Dr. Conrad Murray ou o Dr. David Adams que o viciou?!

Resumindo: quem é que estava mesmo com o Michael Jackson no dia 25/06/09? Dr. Conrad Murray… Então!!!

Lyllyan

Fonte: Terra

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/13/julgamento-do-medico-de-michael-jackson-foca-uso-de-demerol-pelo-cantor/

Minha consideração:

Eu realmente não sei qual médico tem culpa em ter viciado o MJ em remédios, mas é verdade, quem estava com o MJ no dia era o Conrad Murray, embora sabemos que talvez ele apenas perca a licença médica, e o mais provável é que não vai ser preso porque cada ano que um culpado passa na prisão custa trinta mil dólares aos contribuintes e como não tem precedentes criminais ele pode pegar uma pena tipo a da Lindsay Lohan e Paris Hilton prestando serviços a comunidade! Beijos Marila Hoppe


13/10/2011 Posted by | Uncategorized | 5 Comentários

Depoimento o levou para o julgamento.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Depoimento do Dr. Conrad Murray o levou para o julgamento

 Olá,

Dr. Conrad Murray não estaria sendo julgado no dia de hoje pela morte de Michael Jackson se ele não tivesse  se recusadoeducadamente  a conversar com os policiais dois dias após de morte do cantor.

Dr. Conrad Murray

Fontes ligadas diretamente na decisão de processar o Dr. Murray contaram ao TMZ que o depoimento feito dois dias depois da morte do cantor com duração de 2 horas no Carlton Hotel Rtiz em Marina del Rey deu aos promotores a munição necessária para processá-lo.

Nossas fontes disseram que todos os promotores quase declinaram para a arquivar o caso, mas o depoimento policial fez toda a diferença.

A polícia e os promotores acreditavam que eles nunca seriam capazes de provar que o Dr. Murray havia administrado propofol em Michael Jackson quase todos os dias durante 2 meses, se não fosse pela própria informação involutária do Dr. Murray.

O tratamento médico irresponsável do Dr. Murray, fez com que os promotores acreditassem que administrar o anestésico em um ambiente doméstico por todo este tempo comprova a imprudência.

As fontes afirmam que os policiais nunca poderiam provar que o Dr. Murray aplicou um total de 5 litros de propofol em Michael Jackson, se não fosse o seu depoimento.

Mas ainda há algo mais fundamental. Informaram-nos que ficou evidente para os detetives que logo após o depoimento o Dr. Murray não disse toda a verdade, e as fontes policiais disseram: “Ele disse durante todo o tempo 70% da verdade e mentiu 30% do restante do tempo. E as mentiras criaram a suspeita que o levou a uma investigação que o levou as acusações.”

A dúvida que fica é o motivo que levou o Dr. Murray a dar, de “presente”, essas informações aos policiais.

Como uma fonte disse, “Dr. Murray e seu advogado nunca pensaram que ele seria acusado de um crime. Ele estava mais preocupado com sua imagem e acho que pudesse encerrar o assunto desta forma.”

Já outra fonte acrescentou: “pessoas inteligentes que são arrogantes eles pensam que podem falar com os policiais e fazer um problema ir embora, mas o trabalho não funciona dessa maneira.”

Quer dizer que se o Dr. Conrad Murray tivesse sido amiguinho dos policiais, ele estaria ileso agora? Agora dá para entender como de fato que a polícia funciona…

E foi quase um plano perfeito, se este médico fosse médico de verdade, pois são muitos erros cometidos por alguém que se diz ser médico.

Lyllyan

Fonte: TMZ

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/13/depoimento-do-dr-conrad-murray-o-levou-para-o-julgamento/

Minha consideração:

Quer dizer que se ele não fosse dar um depoimento eles iriam arquivar o caso? Sério isso? É realmente a justiça não é justa, visto que vimos tantas coisas estranhas até aqui, muitos laudos e documentos importantes com o nome errado, estou esperando para ver como tudo vai acabar, esse julgamento deixou muitas pessoas com os nervos a flor da pele! Beijos Marila Hoppe


13/10/2011 Posted by | Uncategorized | 4 Comentários

Blanket tem o mesmo talento que seu pai para dança.


12/10/11 – 17h27 – Atualizado em 12/10/11 – 17h34

Filho mais novo de Michael Jackson herda do pai talento para dança

Blanket Jackson foi visto dançando durante o show em tributo ao rei do pop.

Do EGO, em São Paulo

Apesar de ser o mais novo dos três filhos de Michael Jackson, parece que Blanket Jackson, de 9 anos, foi quem mais puxou a veia artística do pai. De acordo com o site da revista “People”, o menino não parou de dançar nos bastidores do Tributo a Michael Jackson, que aconteceu no Cardiff’s Millennium Stadium no último sábado, 8.

Blanket Jackson durante show em tributo a Michael Jackson - 08/10/2011

“Blanket estava dançando e girando exatamente como alguns passos de dança de Michael Jackson”, disse uma fonte que estava no backstage do show e ainda viu os outros dois filhos cinculando pelo local, Prince de 14 e Paris de 13 anos.

Fonte: EGO NOTÍCIAS em http://ego.globo.com/Gente/Noticias/0,,MUL1675754-9798,00-FILHO+MAIS+NOVO+DE+MICHAEL+JACKSON+HERDA+DO+PAI+TALENTO+PARA+DANCA.html

Minha consideração:

Ele é um amor, acho ele o mais sincero de todos, tem o jeitinho de Michael Jackson, mas espero que ele escolha sozinho o que desejar seguir em sua vida e não pelo pedido de outra pessoa! Beijos Marila Hoppe



13/10/2011 Posted by | Uncategorized | 5 Comentários