Michael Joe Jackson Nós Te Amamos!

Nós Te Amamos!

Klein.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Dr. Arnold Klein se defende do ataque do Dr. Conrad Murray

 Olá,

Dr. Arnold Klein diz: “Coloque ao meu lado um paciente, dá-me uma agulha e estou muito feliz”. Mas nem tudo é perfeição para a dermatologista das estrelas.

Dr. Arnlod Klein e o Dr. Conrad Murray eram médicos de Michael Jackson durante as semanas finais de sua morte em junho/2009.

Dr. Murray está sendo julgado por homicídio culposo na morte de Michael Jackson relacionada com uso de medicamentos, enquanto o Dr. Klein, que tratou de Michael Jackson por mais de 25 anos e chamou de “meu melhor amigo”, foi inocentado de qualquer irregularidade por parte das autoridades.

A equipe de defesa do Dr. Murray alega que o Dr. Klein promoveu a dependência do cantor em um medicamento chamado Demerol, e que teve papel em sua morte. Mas o Demerol não foi encontrado no corpo de Michael Jackson.

As alegações ter repercutido de forma dolorosa para o Dr. Klein, 66 anos, cuja sua lista de paciente está à falecida Elizabeth Taylor, Dolly Parton, Carrie Fisher e muitas outras celebridades.

“Eu vejo as coisas na internet e isso dói, porque eu não gosto de ser chamado de um médico ruim”, disse Klein, referindo-se a notícias on-line e muita conversa sobre o julgamento que entra em sua quarta semana.

“Tudo o que eu estou tentando fazer é ser o melhor médico que eu posso”, acrescentou o Klein, que ao final de cada frase reforça “Você entendeu?” ou “Você tem que entender isso.”

Apesar dos danos em sua reputação, o Dr. Klein diz que a Mídia acampou do lado de fora de seu consultório e muitos pacientes da alta tem se mantido afastados, incluindo “membros da família real de todo o mundo, políticos, pessoas que não querem lidar com os paparazzi”.

Os atores e outras pessoas de Hollywood têm ajudado a construir sua boa imagem e manter sua fama.

Carrie Fisher que é a atriz de (“Star Wars”) e escritora (“Beber Wishful”, “Postcards From the Edge”), respondeu com um firme “não” quando foi lhe perguntada se ela estava desconfortável em ouvir o nome do Dr. Klein no julgamento.

Ela disse que “Michael e Arnold tinha um relacionamento muito bom. Isto é uma pena, porque não existe qualquer ligação no (julgamento) com ele, pois todos conhecem o Dr.Klein”.

David Geffen, executivo musical e cinematográfica, que há muito tempo trabalhou com o Dr. Klein na luta contra a AIDS, escreveu uma carta aberta para o médico.

“Caro Klein, a luz de tudo o que está sendo dito sobre você na imprensa, eu fui obrigado a adicionar as minhas verdades. Eu nunca conheci um médico tentasse completamente conhecer e aprender tudo como você faz, um médico que sempre esteve lá por mim” escreveu Geffen.

Fisher afirma que abusou de medicamentos no passado, e a ética do Dr. Klein fez com que ela se encorajasse e lutasse contra o vício, disse ela.

“Se alguém quer saber, teria sido eu”, disse Fisher com um riso triste. “Ele  é um dos médicos que bate nas medicações.”

Garo Ghazarian, advogado de Klein, chamou a alegações da defesa de que o Dr. Klein contribuiu para a morte de Michael Jackson de “absurda” e negou que Michael Jackson era viciado em Demerol, medicamento utilizado para o alívio da dor “durante procedimentos médicos.”

Dr. Klein se recusa a discutir questões diretamente relacionadas com o julgamento ou se isto está afetando sua vida privada.

Dr. Klein é especialista em medicamentos injetáveis como Botox e Restylane para aliviar rugas e flacidez da pele. Isto o fez pioneiro e o tornou o favorito em Hollywood, onde a juventude e a beleza são a moeda do país.

Fisher disse que o Dr. Klein suavizou seu rosto após a perda de peso lhe trazendo a confiança de volta. “Ele se preocupa com o que ele faz e ele adora fazer as pessoas se sentirem melhor”, disse ela. “É como se ele fosse um pintor, mas o pincel é a agulha.”

Dr. Klein tem uma reputação internacional, com pacientes do Oriente Médio, Europa e na Califórnia que passam com ele.

Em uma edição de 2008 da Revista L’uomo Vogue, um artigo chamou o Dr. Klein como um arquiteto da face, ao lado de mestres arquitetura mais tradicional, incluindo Frank Gehry.

Dr. Klein gosta de objetos chamativos como jóias, seu relógio Rolex decorado com diamante e rubi, um presente que ele recebeu da Cher.

Em 2004 ele foi processado por uma socialite de Hollywood, que o culpou pelas injeções de Botox que teriam lhe dado dores de cabeça. O júri o inocentou e colocou a culpa no fabricante da droga.

No início deste ano, Dr. Klein abriu falência alegando que ele perdeu mais de R $ 10 milhões em roubo e fraude, culpando um ex-funcionário e outros.

O ex-funcionário negou as acusações e alegou, entre outras questões, que ele tinha sofrido com péssimas condições de trabalho.

Dr. Klein minimiza o impacto das perdas financeiras declarada,  dizendo que o pedido de falência foi baseado em “maus conselhos” e que ele espera pela solução em breve.

Durante a investigação da morte de Michael Jackson em 2009, os agentes federais encontraram pelo menos sete médicos, incluindo o Dr. Klein. Os agentes federais de drogas invadiram a farmácia do edifício de Beverly Hills, onde Dr. Klein anteriormente fazia as medicações.

Dr. Klein está em uma circunstâncias muito diferente do que o Dr. Murray, que pode acabar atrás das grades e perder sua licença médica em caso de condenação.

Dr. Klein acabou de se mudar para nova sede, na esquina da avenida Rodeo Drive acima de um restaurante chique, o Villa Blanca, que é um local frequentado por “The Real Housewives of Beverly Hills”.

Suas credenciais profissionais permanecem intactas. Ele é um professor de medicina e de dermatologia da Universidade da Califórnia, Los Angeles.

Dr. Klein se uniu com outros médicos, Liz Taylor e Geffen para formar a Fundação Americana para respeitada AIDS Research, AmFAR, e ele tem apoiado os esforços de captação de recursos visando outras doenças como o câncer de mama e doença ocular.

Presentes estão espalhados pela sua casa  em Beverly Hills, situada num bairro exclusivo protegido por portões e guardas. Há uma foto do Dr. Klein com Liz Taylor e Michael Jackson autografado. E Michael Jackson e seus filhos lhe deram uma escultura.

Uma cópia do livro “Elizabeth Taylor: My Love Affair With Jewelry” está inscrito com uma nota da atriz: “Meu amado Arnie, eu te amo mais do que eu posso dizer, eu sinto que você salvou minha vida. Amo e lhe agradeço para sempre.  Elizabeth. “

A conexão entre o Dr. Klein e Michael Jackson foi especialmente profunda. A amizade foi desenvolvida quando o cantor o procurou para cuidar da doença vitiligo, uma perda irregular de pigmentação da pele, que o Dr. Klein disse que foi forçado por Michael Jackson para clarear sua pele em geral e sua magreza facial foi causada por perda de peso, que pode ser preenchido com Restalyne e outros medicamentos injetáveis.

Michael Jackson viveu em uma das casas do Dr. Klein por um tempo, e o Natal de 2008 foram festejados com Michael Jackson, seus filhos Liz Taylor, Fisher e alguns outros, lembra o Dr. Klein.

O médico está escrevendo um livro sobre o rei do pop.

Dr. Klein diz que Michael não era um viciado em drogas, mas o adorava um vinho (que ele chamava de “suco de Jesus”). Ele era puro e inocente que queria viver para sempre sua infância, e “não era adulto o suficiente para ser sexual, “ conforme enfrentou alegações sobre abuso infantil.

Dr. Klein disse que está magoado tanto pela atuação da defesa de tratar Michael Jackson como um viciado frágil que contribuíram para a sua própria morte e pela alegação de que o próprio Dr. Klein tem uma parte culpa.

“Quando você é famoso ou popular em qualquer nível, eles vão atacá-lo”, disse ele.

“Você se torna parte da tragédia da celebridade ou das fofocas. Sua roupa suja é exibida e você é parte dela, direta ou indiretamente”, disse Rahul K. Parikh, médico e escritor que, em 2009 criticou o Dr. Klein por ter discutido publicamente sobre a história médica de Michael Jackson no programa de Larry King, na CNN.

A mistura de fama com medicina também é contraproducente, afirma o Dr. Mark Goulston, psiquiatra e autor (“Just Listen: Discover the Secret to Getting Through to Absolutely Anyone).

“A sedução da fama de um médico pode ser difícil de resistir”, disse Goulston.“Eu também acho que distrai o médico de que ele deveria estar fazendo. O médico deve se concentrar totalmente no bem-estar do paciente.”

Mas o Dr. Klein disse que seus pacientes e a busca pela perfeição, nada mais é que, a sua obsessão.

“Eu faço isso por causa do meu nível de conhecimento, você entende? A parte monetária é boa,  mas é realmente secundária para o que eu faço”, disse ele.

Ele poderia ter feito algo para salvar Michael Jackson, seu amigo e paciente?

“Eu não sei. Como você salvar uma pessoa?” refletiu o Dr. Klein. “Esta tragédia é um exemplo de como os ricos e famosos podem obter cuidados médicos terrível. Ela se repete e se repete. Quando as pessoas ficam famosas, elas tem todas as pessoas do ‘sim’ ao seu redor.”

Como este médico é cara de pau!!! Só agora  Michael Jackson viu que de “amigo” este ai não tem nada, e sim é “amigo da onça”…

Este ai é mais um Uri Gueller maldito na vida do Michael Jackson…

Lyllyan

Fonte: CTV British Columbia

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/16/dr-arnold-klein-se-defende-do-ataque-do-dr-conrad-murray/

Minha consideração:

Realmente esse Klein não é flor que se cheire, ele não é e nunca foi um amigo verdadeiro, infelizmente, ele sempre foi falso e o objetivo dele é dinheiro! Beijos Marila Hoppe


16/10/2011 - Posted by | Uncategorized

1 Comentário »

  1. voce falou bem amiga, esse Arnlod Klein nao é flor que se cheire mesmo.

    Comentário por Smooth Criminal | 17/10/2011 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: