Michael Joe Jackson Nós Te Amamos!

Nós Te Amamos!

O décimo quinto dia!


Créditos: Pri Abrantes. Beijos Marila Hoppe

Julgamento Conrad Murray: décimo quinto dia

25 25America/Bahia outubro 25America/Bahia 2011

Bom Dia!

Tudo bem com vocês?

Eu sei que estamos cansados disso.

Porém,

Se as coisas realmente saírem como dizem por ai, então estamos na reta final.

Sábado estava em casa quando fui atraída pelos gritos da minha irmã, ao me chamar para ouvir a música que tocava no programa de Rodrigo Faro.

Adivinha que música era?

“Michael Jackson is not dead”, de Spankov

Se lembra?

Hmmmm…coincidência tocar essa música? #reflita

Bem,

Eu estive acompanhando o décimo quinto dia do Julgamento de Murray, e confesso que me espantei com os absurdos que foram denotados.

Sim, sim, sim!

Além das contradições existentes nesse “Julgamento”, eles conseguem praticamente jogar na nossa cara informações, que praticamente subestimam a nossa inteligência.

É lógico que os erros têm o objetivo de nos alertar, mas é impossível olhar e não pensar:

– Ei! Não somos tão estúpidos assim!

Desde 25 de Junho de 2009 nos faltaram tanto informação o qual contribuíram muito para formar a nossa crença, e agora como “mágica” as coisas começam a brotar.

Antes não tínhamos uma única foto de Michael doente, e agora temos duas.

Nos questionamos tanto sobre a ausência disso, e agora depois de tudo devemos nos calar?

Oh guys!

Também estivemos perplexos com a incompetência do FBI, ao dizer que as fitas da vigilância da casa de Michael tinham sumido, mas agora eles resolveram aparecer com isso “do nada”, sendo que até ONTEM o conteúdo dessa fita tinha sido deletado.

Pode chamar isso de “lixo” da mídia ou coisa do gênero, mas a própria La Toya Jackson disse em público que o FBI apagou as fitas

Do you remember?

 “O vídeo de vigilância da casa de Michael Jackson, do dia da morte dele foram apagadas – perdidas para sempre, porque a polícia de Los Angeles nunca soube que a morte de MJ se transformaria em um caso criminal.

A polícia apenas copiou 4 minutos de filmagem, dos videos de vigilância da casa de Michael no dia que ele morreu. O vídeo mostra Jackson voltando dos ensaios  e indo para casa em torno de 00:30.

Os policiais nunca olharam o resto do video vigilância.

O video teria mostrado quem entrou na casa e quando entrou no dia  que MJ morreu. “A partir de agora e para sempre permanecem um mistério.”

[..]

La Toya:

CY: Novos relatórios saíram sobre as fitas de vigilância, onde falta as últimas horas da vida de Michael. A polícia de Los Angeles disse que foram apagados, porque eles não sabiam que haveria uma investigação de homicídio. Você tem alguma opinião, ou qualquer coisa que você quer compartilhar sobre isso?

LJ: “Sim, eu tenho. Primeiro de tudo como eu sempre disse, meu irmão foi assassinado. Esse é o número um. Número dois: você nunca, nunca apaga nada. Eu não me importo se apagaram um ou 10 minutos, mas você não deve apagar nada. Essa é uma tampa para cima e isso é um esconderijo, porque eles sabem que as pessoas estavam na casa antes de alguém chegar lá. Eles já estavam na casa, e eles não querem que a gente veja quem estava saindo. Quando cheguei ao local, eu perguntei os policiais: “Onde estão as fitas de vigilância?”Eu quero que me mostrem”. Eles disseram: “Bem”. Eu disse: “Eu quero ver tudo sobre ela. “Eu quero ver elas “. E eu não vi isso até hoje, e eu só soube no outro dia que eles apagaram.

E eles ainda falaram:

A fita rebobina a cada 24 horas, e quando a Polícia retirou o video logo após a morte de MJ, o caso não era uma investigação de homicídio, e o que todos os policiais queriam fazer era estabelecer uma linha de tempo – por isso o video estava exibindo apenas quando MJ entrava em casa.

[…]

Antes de falar sobre o video, quero falar sobre a primeira testemunha da defesa.

Após o final do interrogatório do especialista em propofol Dr. Steven Shafer, a defesa chamou sua primeira testemunha a depor. A policial do departamento da policia de Los Angeles Donna Norris, assumiu brevemente a posição para discutir a chamada para o  911, dizendo que veio da casa de Michael no dia da sua morte, detalhando o tempo que a chamada foi feita, o número e a torre da telefonia de celular, de onde partiu a ligação.

Hmmm..

Ela só veio dizer que a ligação realmente partiu da casa de Michael, assim como foi feita através de um celular conforme relatado pelas testemunhas.

Qual é o problema disso?

Bem,

Se você acompanha a morte de Michael desde 2009, sabe que já foi provado que essa ligação partiu de Hotel, e não da casa de Michael.

E eles acabaram de ajudar a comprovar isso.

Por que?

Simples!

Conforme já foi dito aqui:

A chamada para o 911 teria sido feita a partir de um Hotel chamado Beverly Hills, localizado na 9641 Sunset Boulevard, e por coincidência o Hotel está apenas 3 minutos da casa de Michael Jackson:

Em toda ligação de socorro, o computador registra o endereço real de onde a ligação teria sido feita. Nesse mesmo computador que estava dentro da ambulância, o endereço registrado é do HOTEL!

Observem bem, onde está escrito : “Original…9641 SUN” Ou seja: este é o endereço de onde a chamada foi feita = HOTEL !

Desculpa, mas esse é o endereço do Hotel:

Como disse acima, a policial acaba de ajudar a concretizar a nossa “Teoria”, pelo simples motivo que foi apresentado ontem no Tribunal, um print registrando a ligação, e está muito claro que o endereço é o mesmo citado acima:

Eu adoro fazer isso! 

Andei dando uma pesquisada aqui, e achei algo incrivelmente fascinante.

No dia 15 de maio de 2009, Michael Jackson esteve hospedado nesse Hotel ao lado da sua família, sendo que menos de um mês depois ele estaria “morto”.

Michael Jackson deixando o Hotel Beverly Hills ao lado dos filhos:

Apenas coincidência?

FOCO!

Nesse mesmo dia Katherine Jackson que estava acompanhando Michael Jackson, foi vista deixando o Hotel com a famosa roupa azul:

Apenas coincidência?

E para quem ainda têm dúvidas, Joe Jackson também esteve acompanhando Michael, e podemos ver ele na área externa do Hotel:

Apenas coincidência?

Como eu disse antes, o Hotel fica cerca de 3 minutos de distância da casa onde Michael “morreu”

Apenas coincidência?

O que levaria Michael Jackson a se hospedar em um Hotel tão próximo da sua casa? Apenas “tédio”?!?!

Cerca de um tempo atrás eu disse sobre Michael e o Hotel Hilton, e como Michael gostava de mudar de lugar.

Mas….

foco aqui é o fato da ligação ter partido desse Hotel

Veja bem,

Não ignore o óbvio!

O endereço para o 911 partiu desse Hotel, e Michael esteve nele um mês antes de morrer.

WTF!

Eles supostamente estariam ali devido ao aniversário da Janet.

Bem pouco importa se Michael estava lá por isso ou não, o que importa é o fato da ligação ter partido de um Hotel, que ele esteve um mês antes da sua morte.

Apenas coincidência?

Amazing!

Eu tenho uma teoria sobre isso, mas prefiro falar depois de discutir sobre o video da casa.

Vamos debater sobre o video?

“Direto do departamento de policia de Los Angeles, o especialista Alexander Supall fala sobre a fita de vigilância.  

Supall, que chegou na casa de Jackson na noite de 25 de junho de 2009, para ver imagens de vigilância do sistema de segurança da residência, discutiu a vigilância set-up em casa de Jackson. Enquanto ele estava no estande, a equipe de defesa de Murray jogou dois trechos de vídeo filmado pelo sistema de segurança de Jackson nas primeiras horas da manhã no dia da sua morte. O primeiro trecho, tomado às 12:58 am – sobre o tempo que Jackson voltou para casa a partir de um ensaio de concerto – mostraram vários carros que chegam pelo portão da frente de sua casa. A segunda seção, que começou às 0:47 da manhã, mostra um carro chegando, a partir de uma câmara por cima do teclado no portão da frente de Jackson”

Quem acompanhou o Julgamento ontem, percebeu que assim como foi dito nessa matéria acima, o video realmente mostra somente o momento que Michael entra na casa.

E por mais que seja um ABSURDO o FBI apagar uma fita, antes mesmo de começar uma investigação criminal impendente das circunstâncias da morte,  eu ainda acho mais absurdo AINDA a promotoria não questionar isso.

Por que?

Porque a promotoria não perguntou ONTEM ao policial:

– Por que vocês apagaram a fita?

O promotor sexy é tão “estúpido” assim?     

Admiro quem consegue achar isso normal.

Me desculpa, mas o conteúdo dessa fita é “ridículo”

O que isso prova? NADA!

Prova sim, prova que o FBI ajudou Murray “assassino”. E isso não deveria ser de forma alguma IGNORADO! 

00:47 os portões abrem

00:58 Michael Jackson está chegando em casa

1:02:22 Eles abrem o portão (acredito para verificar o área externa da casa), e podemos notar a presença do que seria supostos fãs de Michael

1:06 um carro sai

1:07 o segurança parece estar cuidando de um carro, que supostamente seria o mesmo que saiu um minuto atrás

Quer conferir o video?

Clique e confira as imagens a partir dos 24 minutos

E então o video é cortado

?????

FOCO aqui

1h06 da manhã (supostamente) o carro que Michael usou para chegar, é visto saindo da casa dele, mas o carro não retorna para a casa.

Por que?

Porque após o carro sair o video acaba?

A pergunta que não quer calar é:

– Por que o carro de Michael saiu da casa, mas não retornou para a mesma?

É lógico que isso ninguém questionou.

Porque é fácil falar:

– Naquele carro “x” está Michael Jackson..

Quando na verdade não podemos ver nada!  

Minha teoria?

Como eu sou uma beLIEve não me obrigue a ver o que 90% está vejo, sendo assim eu não seria uma beLIEve.

O fato do carro sair da casa e não retornar, assim como o video ser cortado naquele minuto, deixa claro que existe uma hipótese de Michael estar dentro daquele carro.

Se ele não voltou (conforme vimos), e se onze horas depois Michael estaria “morto”, enquanto a ligação partiria de um Hotel próximo a casa de Michael, eu acredito que Michael saiu naquele carro e não voltou mais, talvez tendo como destino o Hotel citado acima.

Por que o carro de um segurança deixaria a casa naquele momento, enquanto outro segurança monitorava a sua saída?

Michael é dono dos dois carros, então ele pode ter saido em qualquer um deles.

Bem é isso,

No final esse video não prova nada.

Pelo amor..

Porque a promotoria não perguntou ONTEM ao policial:

– Por que vocês apagaram a fita? +1

Deus me enviou à terra com uma missão. Só Ele e Michael podem me deter, os homens nunca poderão

Michael is alive!  DiabinhoDiabinho

Fonte: Pri Abrantes em http://mulheresluxo.wordpress.com/2011/10/25/julgamento-conrad-murray-decimo-quinto-dia/

Minha consideração:

Está tudo muito cansativo, mas continuo sendo uma believe e continuarei sendo, esses vídeos tinham sido apagados, como surgiram agora, é estranho o carro de MJ chegar na casa e depois de um tempo sair e não voltar mais,  e esse endereço do hotel que eles não questionam, porque esse endereço que aparece no registro é do hotel que tem perto da casa de MJ! Isso ninguém questiona dentro desse julgamento do médico de Michael Jackson! Beijos Marila Hoppe



26/10/2011 Posted by | Uncategorized | 18 Comentários

Paris Jackson jogando futebol.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Paris Jackson joga futebol em escola dos EUA

 Olá,

Paris Jackson,  13 anos, filha de Michael Jackson, foi clicada nesta terça-feira (25), jogando futebol no time de várzea de sua escola em Los Angeles, nos Estados Unidos. Os irmãos, Prince (que estava vestido de técnico do time), de 15, e Blanket, de 8, assistiram ao jogo, nesta terça-feira, 25/10/11.

Splash News

Recentemente, a garota foi convidada para ser o rosto de um time de futebol americano feminino. O único problema é o nome da equipe que a convidou: Liga de Futebol Lingerie. Um representante do time afirmou, à época, que falta opções para as mulheres competirem, e disse que o programa seria encaminhado para todo o país.

paris jackson playing football

A filha do Rei do Pop foi a a primeira menina a integrar o time do colégio particular de Los Angeles e, por isso, atraiu a atenção da Liga Infantil.
Splash News

Que ótimo que eles estão se divertindo…

Lyllyan

Fonte: Revista Quem e TMZ

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/26/paris-jackson-joga-futebol-em-escola-dos-eua/

Minha consideração:

Eles estão lindos e com certeza vão ter muito sucesso na carreira que eles quiserem seguir!  Eles prometem! Desejo todo o sucesso do mundo aos filhos do Michael Jackson!  Beijos Marila Hoppe


26/10/2011 Posted by | Uncategorized | 6 Comentários

O lorazepam de MJ.


Créditos: Pri Abrantes. Beijos Marila Hoppe

Contradição na dosagem do Lorazepam!?!?

22 22America/Bahia outubro 22America/Bahia 2011

Olá boa noite!

Hoje eu vim até aqui porque fiquei totalmente “paranóica” com o depoimento de  ontem, e principalmente refletindo sobre a minha o própria afirmação em dizer que houve uma contradição por parte do Dr. Steven, mas que me pareceu um pouco vazia de minha parte.

Quero dizer,

“Por que existe uma contradição ali Pricilla?”

É  isso que você deveria se perguntar.

Mesmo que você não tenha sentido essa necessidade, acho que o meu papel é justificar a minha própria justificativa.

Veja bem,

Eu não sou médica, não tenho nenhum parente médico, e muito menos entendo de remédios.

Podem me jogar isso na cara, porque eu aceito isso.

Agora,

Existem coisas que são tão “simples”, que basta ter mãos e curiosidade para alcançar. Nada pode impedir aquele que tem a vontade de descobrir.

Te disse ontem:

“Durante o Julgamento de hoje foi apresentado um relatório, onde dizia que a pequena quantidade de Lorazepam encontrado no corpo de Michael, provava que ele não ingeriu os comprimidos perto do momento da sua morte”

E isso se contradiz com:

“o exame toxicológico de Michael Jackson apontou positivo para o remédio lorazepam”

E encerrei dizendo:

– Se no exame toxicológico foi apresentado que Lorazepam estava no corpo de Michael, porque Steven diz que ele não ingeriu antes de morrer?

Então,

para não parecer tanta prepotência de minha parte, eu disse:

Ele  pode estar tentando dizer que Michael bebeu sim Lorazepam, mas isso não influenciou na causa da sua morte.

Será?

Eu refleti muito sobre isso!

E foi mergulhando nesse poço de agonia, que cheguei até a matéria que saiu na CNN

Resultado disso tudo?

Eles realmente se contradizem!

Me acompanhe, porque sou teimosa..

“O legista do Condado de Los Angeles determinou que a morte de Jackson foi causada por uma combinação de sedativos com o anestésico cirúrgico propofol, que Murray admitiu ter usado para ajudar Michael a dormir.”

 = não foi apenas o propofol que provocou a morte de Michael

Sendo assim, porque ele diz que Michael ingeriu pouca quantidade de Lorazepam?

Lembre-se: exame toxicológico de Michael Jackson também apontou positivo para lidocaína, diazepam, lorazepam e efedrina

FOCO aqui!

“Os resultados de toxicologia indicaram que Michael recebeu 10 vezes a dose de lorazepam, e uma quantidade bem maior de propofol que Murray descreveu ter dado, disse Dr. Shafer”

= alta dosagem de Lorazepam, que combinado com propofol causou a morte de Michael

O que eu mostrei ontem?

Um relatório onde dizia que a quantidade de Lorazepam apresentada no corpo de Michael, provava que ele não tinha ingerido isso antes de morrer.

Com base nisso, me explique como no resultado de toxicologia denotado acima, afirma que Michael recebeu 10 dosagem de Lorazepam?

= contradição

 [Cont..]

“Murray, em uma entrevista à polícia dois dias após a morte de Michael, disse que deu a ele um total de quatro miligramas de lorazepam, em duas doses separadas começando 10 horas antes de sua morte”

Isso seria algo assim:

04 miligramas com 02 dosagem = 02 miligramas cada dosagem

Que seria uma dosagem “baixa”, com o objetivo de tirar a sua culpa do jogo.

Porém,

Na imagem podemos ver claramente a ilustração de um comprimido de 02 milagramas, sendo comparado com o pedaço de um comprimido com 0.047 miligramas = 1/45 de 2 miligrama

O que isso significa?

Ele está querendo dizer que aquele pedaço de 0.047 miligrama encontrado no corpo de Michael, é muito menor que a metade de um comprimido de 02 miligramas.

Isso está claro na imagem:

Se Murray disse que deu dois comprimidos de 02 miligramas cada (conforme explicado acima), e se no relatório apresentado por Dr. Steven é afirmado que Michael recebeu 0.047 de miligramas, afirmando assim que ele não tomou Lorazepam antes de dormir, por que raios no teste de toxicologia eles afirmaram que Michael recebeu 10 dosagem de Lorazepam?

= contradição grotesca!

Murray disse que deu 02 doses de 02 miligramas para Michael, mas no relatório diz que ele ingeriu 0.047 miligrama.

FOCO AQUI!

Sendo assim, eles estão afirmando que Murray deu MENOS miligramas do que ele mesmo disse para a polícia?

OH GOD!

Consegue me acompanhar?

“Sem querer” eles estão ajudando Murray.

Uma hora eles dizem que Murray deu alta dose, mas mostram que no corpo de MJ tem dose inferior a isso, e outra hora dizem que Murray deu menos dose do que ele mesmo disse.

Isso fica mais claro aqui:

“Murray disse que deu a Michael um total de quatro miligramas de lorazepam, em duas doses separadas. O nível de lorazepam no sangue de Jackson na época de sua autópsia mostra que “isto não aconteceu”, disse Shafer. Em vez disso, os níveis no sangue sugerem que ele recebeu 40 miligramas – e não quatro – em uma série de 10 doses, disse ele”

40 miligramas de 10 dosagem = 04 miligrama cada

Putz!

Se Murray deu comprimidos a mais para Michael, alguém me explica NOVAMENTE porque no relatório acima, eles dizem que Michael não ingeriu Lorazepam antes de morrer?

Damn!    

Eu não quero parar de pensar sobre isso:

“A alegação da defesa de que Michael engoliu oito comprimidos de lorazepam enquanto Murray estava fora, foi baseada em testes laboratoriais do conteúdo do seu estômago. Mas Shafer desacreditou os testes de laboratório da defesa, dizendo que um novo teste mostrou o equivalente a apenas “1/43 rd de um tablet” do sedativo no estômago”

Como denotado na imagem acima, 1/43 rd = 0.047 de miligramas certo?

Então,

Conseguiram notar a contradição de novo?

Se eles estão dizendo que Michael tomou 1/43 de comprimido, e assim desmentem dizendo que Michael não tomou 8 comprimidos, então por que lá no começo diziam que Murray exagerou na dose?

Hmmm..

Vamos refletir!

Vamos supor que Michael realmente tivesse tomado 8 comprimidos com 02 miligramas cada, então ele teria tomado no total 16 miligramas de Lorazepam.

De acordo com o nível de sangue foi sugerido que Michael recebeu 40 miligramas, em uma série de 10 dosagens.

Se a teoria da defesa de Murray estivesse certa, e Michael tivesse tomado 8 comprimidos, mesmo assim ele ainda não atingiria os 40 miligramas que estava no sangue dele de acordo com o exame de toxicologia.

#Amazing!

Quanto erro.

Mas e se fosse 8 comprimidos de 04 miligramas?

8 x 4 = 32 miligramas

Ele ainda não atingiria os 40 miligramas citados no sangue do Michael, e sendo assim nem a própria defesa de Murray sabe fazer as contas.

Para atingir os 40 miligramas, Michael teria que ter tomado 10 comprimidos

40 miligramas de 10 dosagem = 04 miligrama cada

E o mais engraçado é que logo acima vimos que o exame de toxicologia disse que Murray deu 10 doses, atingindo assim os 40 miligramas.

Ou seja:

Considerando tudo isso Michael teria tomado 10 comprimidos, e não 8 conforme citado pela defesa.

Quem é mais “ignorante”?

A defesa que não sabe calcular e usar o próprio nível de sangue a seu favor, quando o mesmo prova que Michael tinha 40 miligramas no sangue, ou o promotor que esqueceu de ver os dados do  nível de sangue de Michael onde denota claramente o grande equívoco de Dr. Steven, ao dizer que Michael tinha apenas 0.047 miligramas no corpo, sendo que o exame provou o contrário?

WTF!

Como ninguém percebe isso?

“Dr. Steven culpou CLARAMENTE Murray pela morte de Michael, mas o mais “cômico” é que ele bate de frente com seu próprio ex-instrutor

Embora a defesa recentemente tenha abandonado a teoria de que Jackson pode ter engolido o propofol, a acusação ainda trabalhou para usar sua velha teoria para desacreditar o Dr. Paul White, o anestesista que irá depor em breve para a defesa”

Um relatório preparado por Dr. White em março passado concluiu que a ingestão oral de propofol poderia ter matado Jackson, mas o Dr. Shafer disse que ele ignora o “efeito de primeira passagem” que é ensinado aos alunos do primeiro ano de medicina.

Shafer abriu depoimento de quinta-feira dizendo que estava “desapontado” com o seu ex-instrutor, que no início deste ano tinha escrito em um relatório que ele pensou ser possível que Jackson tivesse morrido depois de engolir uma dose de propofol.

Shafer disse aos jurados que os estudos de medicina que remontam a 1985, realizados em animais tão variados como ratos, cães, macacos e, mais recentemente, nos seres humanos, tinham mostrado que o propofol por ingestão não produz sedação ou quaisquer efeitos nocivos.
White foi tomando notas ao longo do testemunho de Shafer e suas observações provavelmente vão influenciar o advogado de defesa Ed Chernoff, quando ele começar seu interrogatório hoje à tarde.

Obs: o interrogatório que foi adiado.

Por que? #reflita

Mas confesso que gostei do exemplo que ele citou acima.

Realmente…é impossível Michael ter ingerido propofol sozinho.

[CONT..]

O estudo humano não foi feito somente para se preparar para o julgamento de Jackson, disse Shafer, mas também para combater uma tentativa da Drug Enforcement Agency de considerar restrições mais severas ao propofol.

A droga não é, atualmente, uma substância controlada, mas a publicidade sobre a teoria de que a morte de Jackson poderia ter sido causada por ingestão oral levou os fiscais federais a considerar uma nova exigência “para que seja tratado quase como a morfina”, disse ele.

“Os pacientes serão prejudicados se ele for restringido, disse ele. “Os anestesiologistas tem que ter acesso rápido.”

O novo estudo garante que, se há abuso da droga, isso só poderia acontecer através da administração intravenosa, que somente os profissionais de saúde fazem, disse ele.

O julgamento, em sua quarta semana, deverá terminar com o início das deliberações do júri perto do final da próxima semana.

Fonte: CNN

Hm…

Adorei isso!

A minha opinião continua a mesma: 3 dias ensinando como aplicar propofol, tinha como objetivo  PERSUADIR que propofol é uma “boa droga”

Mas isso amados, não anula as contradições que citei acima

E ai?

Qual é a sua opinião?

Enquanto isso Dr. Conrad Murray deu  uma entrevista para a TMZ, e disse o seguinte:

“Estou rezando para o Procurador”

O Dr. Conrad Murray fez uma declaração muito chocante na noite passada, ao deixar um restaurante em Santa Monica. Ele disse: “Eu estou orando para o Ministério Público, seus associados, e o testemunho de seus especialistas.”

Infelizmente, o fotógrafo não perguntou por que o Dr. Murray estava orando por eles… Se é porque ele reza para todos, sejam eles amigos ou inimigos, ou se ele está rezando porque acredita que eles estão o retratando de forma injustiça, e com antiética perante o júri. 

[..]

Risos..

O que dizer sobre isso?

Hipocrisia?

Nada a declarar..

Mas uma coisa é certa:

Denotar em um projetor que Michael não ingeriu Lorazepam  antes de morrer, pois tinha apenas 0.047 miligrama em seu corpo, enquanto Murray citou para a policia que deu 02 miligramas de 02 doses, é afirmar SIM que Murray deu MENOS DOSAGEM do que ele mesmo disse

Tô errada?

Como disse lá encima eu não sou médica, e pouco entendo de remédio.

Me desculpa se eu parecer um pouco “leiga”

Ótimo final de semana para todos, e que venha Dr. White para provar que Michael ingeriu propofol, enquanto Dr. Steven se diz desapontado com ele.

Engraçado,

Wagren reclamou para o Juiz, ao dizer que Dr. White estava vendo o depoimento de Dr. Steven

White foi tomando notas ao longo do testemunho de Shafer, e suas observações provavelmente vão influenciar o advogado de defesa Ed Chernoff, quando ele começar seu interrogatório”

Ele deve ser o cara que estava atrás da promotoria.

Mas…

você sabia que uma testemunha É PROIBIDA de ver o depoimento de terceiro, ainda mais quando uma é da defesa e outra da acusação?

Ai!

Isso é bem óbvio!

Ele pode ouvir o que Dr. Steven está dizendo, e ir para casa preparar respostas melhores, ajudando assim Conrad Murray quando for o seu depoimento.

Putz!

Vai ver lá é diferente…

Michael is alive!

Fonte: Pri Abrantes em http://mulheresluxo.wordpress.com/2011/10/22/contradicao-na-dosagem-do-lorazepam/

Minha consideração:

Realmente essas dosagens do Lorazepam estão muito diferentes umas das outras e eles ficam se contradizendo o tempo todo com a quantidade delas!  E sim é bem menos do que o Murray disse! Beijos Marila Hoppe


26/10/2011 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário

Os pacientes de Murray.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Pacientes dizem que o Dr. Conrad Murray é o melhor médico que eles já viram

 Olá,

A defesa está tentando fazer o caso… Dr. Conrad Murray é um grande médico com uma antiga reputação e para provar isto, a defesa chamou vários pacientes antigos do Dr. Murray ao tribunal, cada um com um avaliação brilhante.

O primeiro paciente, um paciente que sofreu um ataque cardíaco chamado Gerry Causey disse ao júri, que o Dr. Murray salvou sua vida. Causey disse que o Dr. Murray é “o melhor médico” que ele já teve.

Curiosamente, Causey disse ao júri que não quis ser sedado durante a operação, porque ele estava com medo… E assim o Dr. Murray o fez.

Ele também disse que o Dr. Murray tomou muito cuidado em explicar tudo o que estava fazendo.

Procuradores certificaram de assinalar que o tratamento que o Dr. Murray fez foi feito em um ambiente monitorado com a ajuda de uma grande equipe.

Paciente # 2: Andrew Guest

1025_Andrew_Guest_MJtrial

Andrew Guest disse  que o Dr. Conrad Murray interpretada 2 procedimentos diferentes em seu coração em 2002 dizendo aos jurados, “Aquele  homem sentado lá é o melhor médico que já vi”.

Disse que ele chamou várias vezes o Dr. Murray durante os fins de semana para fazer um check-up nele.

Durante o interrogatório, o promotor David Walgren perguntou ao paciente convidado,“eu não quero ser petulante… Mas ele nunca lhe aplicou Propofol em seu quarto, aplicou?”

O paciente convidado lhe devolveu como resposta, “Eu estou vivo hoje por causa deste homem.”

Paciente # 3:  Sampson Lunette

1025_Lunette_Sampson_MJtrial

Sampson Lunette que sofreu 03 ataques cardíacos em 2008 e 2009 disse ao júri que o Dr. Murray salvou sua vida, após a operação mal feita de outro médico.

Durante interrogatório, Walgren sugeriu que o Dr. Murray foi capaz de corrigir o coração de Sampson porque ele tinha acesso a seus registros médicos… Um privilégio que o Dr. Murray nunca ofereceu aos médicos do ER, que esforçaram para salvar a vida de Michael Jackson.

Paciente # 4: Dennis Hix

1025_Dennis_hicks_MJtrial

Dennis Hix testemunhou que o Dr. Murray colocou cerca 13 ponte de safena em seu coração… Gratuitamente.

Hix disse que o Dr. Murray também operou o coração do seu irmão gratuitamente dizendo ao júri, “Eu tenho 66 anos, eu fui a um monte de médicos, um monte de médicos, e eu nunca tive aquele que me deu os cuidado e atenção que ele me deu”.

Paciente # 5:  Rubi Mosley

1025_Ruby_Mosely_MJtrial

Roby Mosley disse ao júri que o Dr. Murray, não poderiam ter sido gananciosos, porque ele abriu uma clínica em um dos bairros mais pobres de Houston em homenagem a seu pai.

Dr. Murray começo a chorar quando Mosley contou com era feito seu tratamento abnegadamente com os pacientes que não poderiam pagar seu atendimento.

Para assistir ao vídeo, clique aqui:

dr-conrad-murray-nao-ira-depor-no-julgamento

Fiquei emocionada com o choro do médico… Mas se ele é tão bom assim, porque ele errou tanto?

Lyllyan

Fonte: TMZ

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/26/pacientes-dizem-que-o-dr-conrad-murray-e-o-melhor-medico-que-eles-ja-viram/

Minha consideração:

Eu não vi o choro dele, mas hoje os pacientes de Murray falaram muito bem dele e o acham um ótimo médico, também não entendo o motivo dos erros de Murray, estou esperando por algumas respostas que ainda não foram dadas! Beijos Marila Hoppe


26/10/2011 Posted by | Uncategorized | 3 Comentários

Murray não vai depor.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Dr. Conrad Murray não irá depor no julgamento

 Olá,

Os advogados do médico Conrad Murray informaram nesta terça-feira, 25/10/11, ao magistrado do julgamento pela morte do cantor Michael Jackson que seu cliente, acusado por homicídio culposo, não irá depor.

Ed Chernoff, que lidera a estratégia da defesa, entregou ao juiz Michael Pastor a lista de testemunhas que serão chamadas para depor nos próximos dias em uma tentativa de desacreditar a versão apresentada pela Promotoria.

Após um breve atraso inicial, a sessão na Corte Superior do condado de Los Angeles começou nesta terça-feira com o testemunho da enfermeira de Michael Jackson dois meses antes de seu falecimento, Cherilyn Lee, que tentou tratar a insônia do “Rei do Pop” com produtos naturais até que o artista se cansou e pediu medicamentos.

“A única coisa que irá me ajudar é Diprivan (uma marca de propofol), e isto não funciona (os remédios naturais)”, teria dito Michael Jackson à enfermeira em abril de 2009. Cherilyn se negou a aplicar propofol, segundo contou no julgamento, e disse ao artista que ninguém que se preocupasse com ele aplicaria esse remédio, mas Michael  Jackson argumentou que tudo correria bem se houvesse um médico supervisionando seu tratamento.

Murray admitiu ter dado propofol a Michael Jackson horas antes de sua morte, em 25 de junho de 2009, apesar de seus advogados indicaram que a dose aplicada não era letal.

A defesa insiste que o “Rei do Pop” aumentou sua medicação quando o médico estava ausente e que isso teria causado sua morte, enquanto a Promotoria considera que a negligência de Murray foi a responsável direta pela morte do cantor.

O julgamento começou em 27 de setembro, e o juiz Michael Pastor previu que o caso ficaria visto para sentença na última semana de outubro.

presidente-da-aeg-live-depoe-no-julgamento-do-medico-de-michael-jackson

Este médico já falou e já fez tantas besteiras que é melhor não falar mais nada…

Lyllyan

Fonte: Terra

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/26/dr-conrad-murray-nao-ira-depor-no-julgamento/

Minha consideração:

É melhor que ele não faça o seu depoimento, os advogados acertaram dessa vez, porque eu vi outros advogados falando que se o Murray o contratasse não deixaria ele depor! Beijos Marila Hoppe


26/10/2011 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário

Randy Phillips.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Presidente da AEG Live depõe no julgamento do médico de Michael Jackson

 Olá,

Randy Phillips, presidente que financiou os shows “This Is It Tour” de Michael Jackson depôs no dia de hoje, 25/10/11 e disse ao júri que quando a AEG Live anunciou os 10 primeiros shows de MJ, as vendas se esgotaram em minutos.

Phillips disse que Michael Jackson concordou em adicionar mais shows com duas condições:

# 1 – ele queria uma propriedade rural de 16 hectáres fora de Londres com rios e cavalos para as crianças…

# 2 – e que fazia questão de estar no ” The Guinness Book of World Records”, como maior o artista que fez o maior número de shows na famosa O2 Arena (Prince atualmente detém o recorde com 21 shows).

Testemunho de Randy poderá provar que Michael Jackson estava sob extrema pressão para se apresentar no momento de sua morte e que eventualmente levou o cantor ao longo a morte.

Phillips disse que ouviu que MJ queria um médico pessoal para acompanhá-lo na turnê, ele tentou convencer MJ de procurar alguém em Londres, mas MJ insistiu em trazer seu próprio médico com ele.

Phillips disse ao júri que ele conheceu o Dr. Murray em uma reunião na casa de MJ, mas tudo o que foi discutido o Dr. Murray estava planejando em dar para o MJ.

Quando chegou em junho, Phillips disse, que ele recebeu um e-mail do Kenny Ortega, diretor da turnê dizendo MJ não estava focado e estava faltava aos ensaios.

Phillips, em seguida, recebeu um telefonema do gerente de MJ, o falecido Frank DiLeo, pedindo uma reunião para discutir a saúde do MJ.

Esta foi a reunião de emergência que aconteceu em 20/06/2009 na casa do MJ, onde Ortega leu o contrato para o MJ.

Phillips participou da reunião onde ele disse que o Dr. Murray atacou o Kenny Ortega pedindo para ele mandar o MJ para casa na noite anterior, dizendo-lhe “Eu sou o médico.”

Phillips perguntou ao Dr. Murray após a reunião, se ele estava ciente de que MJ estava visitando o Dr. Arnold Klein. E ele disse que o Dr. Murray disse que ele tinha “olhado para ele.”

Phillips disse aos promotores que pensou que MJ tinha grande confiança no Dr. Murray.

Ele disse que nunca sentiu em nenhum momento que MJ não estava pronto para os shows.

defesa-do-medico-de-michael-jackson-chama-suas-primeiras-testemunhas

Um presidente que não sabe o que acontece com seus contratos… Aff!!!

Lyllyan

Fonte: TMZ

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/25/presidente-da-aeg-live-depoe-no-julgamento-do-medico-de-michael-jackson/

Minha consideração:

Ele respondeu algumas perguntas, mas ficamos sem a respostas para tantas outras perguntas, e tudo que nós gostaríamos de saber é a verdade, é o que nós buscamos independentemente de sermos BELIEVE ou RIP! Beijos Marila Hoppe


26/10/2011 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário

As testemunhas de Murray.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Defesa do médico de Michael Jackson chama mais testemunhas

 Olá,

A equipe de defesa do Dr. Conrad Murray iniciou no dia de hoje, 25/10/11 a primeira sequência de testemunhas, incluindo dois detetives polícia de Los Angeles, um médico que tratou MJ por mais de 15 anos, e uma das enfermeiras do MJ.

1024_murray_post_witnesses

Os detetives são Dan Myers e Orlando Martinez disseram ao júri que o segurança de MJ, Alberto Alvarez nunca mencionou nada sobre Propofol até dois meses depois que Michael Jackson havia morrido, portanto sua história não pode ser considerada.

Alvarez depôs na semana passada no julgamento e contou que o Dr. Murray lhe ordenou a guardar os frascos de Propofol em um saco antes de lhe pedir para ligar para o 911.

Advogados do Dr. Murray, em seguida, questionaram o Dr. Allan Metzger que alegou que a cantor havia sofrido com problemas de sono por mais de 15 anos, e suplicou-lhe de drogas IV, já em abril de 2009.

A enfermeira que tratou Michael Jackson em 2009, Cherrylin Lee começou a chorar quando ela disse ao júri que ela implorou para MJ não tomar Propofol.

102511_nurse_still

Cherylin Lee contou que alertou Michael Jackson mais de uma vez que este medicamento poderia matá-lo.

Em um momento dramático do depoimento, o promotor David Walgren leu os prontuários de Lee, onde ela conversa com MJ, “Eu entendo que você quer uma boa noite de sono, que você quer ser nocauteado, mas e se você não acordar?”

Lee disse ao júri que não tinha idéia do que era o Propofol, mas depois de fazer algumas pesquisas, ela percebeu que não estava confortável para fazer a administração. Ela disse MJ “ninguém que se importasse ou tivesse o melhor interesse no coração vai lhe dar isso.”

Lee afirma MJ lhe assegurou que era seguro, desde que ele foi monitorado.

De acordo com Lee, MJ ficou frustados com os remédios que incluia os chás e infusões de vitamina e com isto parou de chamá-la.

A última vez que ela ouviu da cantor foi em 21 de junho, quando seu segurança a ligou freneticamente para lhe dizer que Michael Jackson não estava se sentindo bem.

Ela disse que podia ouvir MJ gritando no fundo, “Diga a ela o que está acontecendo comigo … metade do meu corpo está quente e a outra metade está frio.”

Ela disse que pediu para o segurança levar MJ imediatamente para o hospital.

juiz-proibe-perguntas-sobre-contrato-de-michael-jackson

Agora chegou a hora de a defesa dizer que acusação inventou história… Sem falar que a acusação e nem a defesa questionam pontos fundamentais desta história, ninguém acha estranho apagar as filmagens, ninguém acha estranho conferir endereço de onde partiu a ligação para 911, ninguém acha estranho porque MJ ligaria para a Cherylin sendo que ele tinha um médico só para ele, ninguém acha estranho a versão do Alberto Alvarez, ninguém acha estranho uma pessoa ser viciada em medicamentos sendo que nenhum médico receitou tais… Ai, ai!!!

Lyllyan

Fonte: TMZ

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/25/defesa-do-medico-de-michael-jackson-chama-maisuas-primeiras-testemunhas/

Minha consideração:

É tudo estranho desde o dia 25 de junho de 2009, ninguém faz perguntas para saber o motivo das respostas, então acho que mesmo depois que tudo acabar ainda teremos perguntas sem respostas! Tudo é muito estranho! Beijos Marila Hoppe


26/10/2011 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário

Donna Norris.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Donna Norris depõe no julgamento do médico de Michael Jackson

 Olá,

Depois de quatro semanas com o julgamento do Dr. Conrad Murray, acusado por homicídio culposo pela morte de Michael Jackson em junho de 2009, nas mãos da Promotoria, a história começa a mudar.

Nesta segunda-feira (24), os advogados de Defesa tomaram a frente do julgamento e começaram a chamar suas testemunhas para darem depoimento na corte de Los Angeles.

Donna Norris, diretora de comunciação do departamento de polícia de Beverly Hills, que falou sobre a ligação feita para a polícia no dia da morte do rei do Pop.

Donna Norris descreveu o telefonema de 46 segundos feito pelo segurança de MJ para o 911, a pedido do Dr. Murray, após descobriu que o cantor tinha uma parada cardíaca. A chamada foi feita em 12:20

Paramédicos havia testemunhado no mês passado que eles perderam vários minutos  e que o cantor não mostrou sinais de vida. MJ foi declarado morto no hospital de Los Angeles mais de duas horas depois.

defesa-do-medico-de-michael-jackson-chama-maisuas-primeiras-testemunhas

E ninguém questiona o endereço? Assim está muito fácil!!!

Lyllyan

Fonte: O Fuxico

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/25/donna-norris-depoe-no-julgamento-do-medico-de-michael-jackson/

Minha consideração:

Nunca questionaram o endereço, que como sabemos é o endereço de um hotel, a chamada foi feita de um hotel e dizem que foi feita da casa de MJ, mas o endereço é o do hotel perto da casa de MJ! Beijos Marila Hoppe


26/10/2011 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário

Perguntas proibidas!


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

Juiz proíbe perguntas sobre contrato de Michael Jackson

 Olá,

O juiz encarregado do processo relacionado à morte do cantor Michael Jackson impediu os advogados que defendem o cardiologista Conrad Murray de fazerem perguntas sobre o contrato multimilionário do cantor em sua última temporada de shows.

Os advogados de defesa de Murray, que é julgado por homicídio culposo, queriam apresentar o contrato de Michael Jackson com a empresa AEG Live para mostrar que ele ficaria muito endividado com a promotora dos shows no caso de cancelamento das apresentações. Os defensores do médico alegam que o cantor estaria desesperado para assegurar que os shows fossem realizados.

No entanto, o juiz Michael Pastor, do Tribunal Superior, disse que permitir questionamentos sobre o contrato poderia confundir os jurados, que devem decidir se as ações de Murray causaram a morte do rei do pop em junho de 2009. “Esta não é uma disputa contratual. É um caso de homicídio”, disse Pastor.

O advogado de defesa Ed Chernoff declarou que Michael Jackson ficaria com uma dívida com a AEG Live de quase US$ 40 milhões se os shows fossem cancelados. Chernoff afirmou que isso teria levado Michael Jackson a injetar em si mesmo uma dose do anestésico propofol numa tentativa desesperada de dormir.

A promotoria afirma que Murray, que se declarou inocente, foi o responsável pela aplicação da dose do medicamento que matou o cantor.

Embora Pastor tenha impedido depoimentos sobre o contrato com a AEG, ele vai permitir o testemunho de Randy Phillips, presidente e executivo-chefe da empresa. O juiz disse que Chernoff poderá perguntar a Phillips sobre a organização do show, intitulado “This is It”, a conduta do cantor durante a coletiva de imprensa realizada em março de 2009 e coisas que possam ter acontecido durante os ensaios para as apresentações.

Phillips deve testemunhar ainda nesta terça-feira, depois de os jurados ouvirem Cherilyn Lee, uma enfermeira que afirmou que Jackson pediu a ela propofol várias vezes para conseguir dormir, mas afirmou ter recusado o medicamento.

O testemunho de Cherilyn Lee foi iniciado na segunda-feira. Ela é a sexta testemunha que os advogados de Murray convocaram para tentar responsabilizar o próprio cantor por sua morte. As declarações da enfermeira foram brevemente adiadas nesta terça-feira, depois de ela parecer nervosa nobanco das testemunhas e afirmar que estava sentindo tontura.

Os advogados de defesa pretendem chamar outras testemunhas nesta terça-feira para fazer declarações que, acreditam, possam dar suporte à sua teoria. Dentre eles está Phillips e a cabeleireira e maquiadora de Michael Jackson, Karen Faye. Eles também vão chamar várias testemunhas que vão tentar refutar o testemunho de especialistas convocados pela promotoria, que afirmam que Murray foi imprudente e culpado pela morte inesperada do rei do pop em 25 de junho de 2009.

A expectativa é de que os trabalhos da defesa estendam-se até a quinta-feira. Se a previsão se confirmar, as deliberações dos jurados não deverão começar antes da próxima semana. Os advogados teriam o fim de semana para a elaboração dos argumentos finais e a orientação do júri. As informações são da Associated Press.

michael-jackson-temia-nao-ter-saude-para-shows-em-londres

Lyllyan

Fonte: Associated Press e DGABC

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2011/10/25/juiz-proibe-perguntas-sobre-contrato-de-michael-jackson/

Minha consideração:

Ontem foi bem cansativo o julgamento, esse cara respondeu algumas perguntas e outras não, portanto ainda continuamos com algumas de nossas dúvidas! Beijos Marila Hoppe


26/10/2011 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário