Michael Joe Jackson Nós Te Amamos!

Nós Te Amamos!

THIS IS IT, seria a última turnê de Jackson.


Créditos: Lyllyan. Beijos Marila Hoppe

mj this is it

“This Is It” era para ser a última turnê de Michael Jackson

 Olá,

A série de shows de “This Is It” em Londres que era pra ter sido milhões de ganhos para Michael Jackson como seu retorno triunfal, seria a última turnê da artista, classificou uma testemunha nesta sexta-feira.

Paul Gongaware, co-CEO da AEG Live / Live Nation, que estava produzindo e promovendo os concertos, disse que a capital Inglesa foi escolhida para os shows de Michael Jackson por causa de sua enorme popularidade por lá. Durante uma turnê anterior, Michael Jackson havia vendido mais de 10 shows com capacidade de 75.000 lugares no Estádio de Wembley, contou Gongaware.

O plano original era de 10 shows, mas foi colidido até 31 shows e depois para 50 shows por causa da enorme procura dos ingressos, o executivo AEG testemunhou em um caso de injusta morte.

Gongaware disse que Michael Jackson teria gostado de ter dado ainda mais performances na O2 Arena.

Ele disse que, em um ponto Michael Jackson decidiu fazer 31 shows porque o Prince havia feito 21 concertos no O2.

Gongaware disse que ele estava irritado, mas não surpreendido quando Michael Jackson apareceu algumas horas atrasado para a conferência de Londres.

“Michael realmente não gosto de fazer essas coisas”, depôs Gongaware. “Seus horários nem sempre funcionam como um relógio.”

O anúncio da turnê aconteceu no O2. Gongaware conta que quando viu Michael Jackson nos bastidores “ele veio até mim e me deu um grande abraço e disse:” Certifique-se que o teleprompter tem grandes palavras. Que eu estou sem meus óculos. “

Gongaware disse que Michael Jackson não tinha cheiro de álcool e nem parecia bêbado.

“Ele estava bem”, testemunhou o executivo da AEG. “Eu acho que ele estava animado.”

Mas os e-mails de Randy Phillips, presidente-executivo e presidente da AEG Live, contam uma versão diferente. “MJ está trancado em seu quarto, bêbado e deprimido”, escreveu Phillips. “Eu [estou] tentando deixá-lo sóbrio.”

“Eu gritei com ele tão alto que as paredes estão tremendo”, disse Phillips. “Ele está uma bagunça emocionalmente paralisado cheio de auto-aversão e a dúvida agora que é hora do show.”

Em uma entrevista anterior com o The Times, o advogado AEG Marvin Putnam disse que Phillips tinha exagerado em seus e-mails e que o comportamento de Michael Jackson parecia ser um caso de “nervos”.

Até hoje nada faz eu acreditar que aquele Michael Jackson que fez aquela coletiva de imprensa em Londres era o verdadeiro… Pra mim, era um sósia.

Nem os executivos da AEG sabem quem era aquele Michael pelo jeito, pois o Randy Phillips diz que ele estava totalmente bêbedo e já o outro executivo da AEG Paul Gongaware diz que ele não estava e nem cheirava a álcool…

Então a pergunta que não se cala: quem está falando a verdade? E quem era aquele Michael?

Lyllyan

Fonte: Los Angeles Times

Fonte: Lyllyan em http://newspressrelease.wordpress.com/2013/06/01/this-is-it-era-para-ser-a-ultima-turne-de-michael-jackson/#more-58663

Minha consideração:

Sim, nós sabíamos que essa seria a última turnê de Michael, até porque no anúncio falaram isso, esperava ter ido algum dia em algum show de MJ, mas esse não foi possível, assim como o que ele fez aqui no Brasil em 1993, que eu não pude ir, porque era menor de idade! Beijos Marila Hoppe

02/06/2013 Posted by | Uncategorized | 2 Comentários

Michael perdeu 26 milhões na turnê History.


Créditos:  Jeff Gottlieb. Beijos Marila Hoppe

Michael Jackson perdeu 26 milhões de dólares americanos no  primeiro show da turnê HIStory, diz Executivo

michael-jackson-no-primeiro-show-da-turne-de-history-em-praga-01081997-1246063569856_560x360

Por Jeff Gottlieb

31 de maio de 2013, 00:05 p.m

Michael Jackson perdeu 26 milhões de dólares americanos no primeira show da turnê HIStory, em meados da década de 1990 e estava em dívida para som, iluminação e outras despesas, de acordo com o depoimento sexta-feira
na ação de homicídio culposo sua família entrou.

Paul Gongaware, agora co-CEO da AEG Live / Live Nation, testemunhou que ele foi trazido como executivo de turismo para os 40 concertos que compõem a segunda parte da turnê mundial.

“Eu tive que ir e cortar uma série de despesas”, disse Gongaware. “Havia tanta coisa em excesso.”

Gongaware disse que o History, na época considerada uma das turnês mais ambiciosas de sempre, finalmente quebrou mesmo.

Ele disse que as performances de Jackson eram “sensacionais”, e ele não viu nenhuma evidência de que o cantor estava usando drogas. Gongaware não tinha começado a trabalhar para AEG até 2000, quando a empresa de entretenimento comprou sua empresa, a Live Nation.

Gongaware é réu na ação injusta apresentada pela mãe de Jackson e as crianças contra a AEG.  Os Jacksons alegam que a AEG negligentemente contratou e supervisionou Conrad Murray, o médico que administrou a dose fatal do anestésico propofol ao cantor em 2009.

A AEG afirma que foi Jackson quem contratou Murray e que todo o dinheiro que a empresa deveria pagar ao médico era apenas parte de um adiantamento em dinheiro muito maior para o cantor.

Gongaware, em seu quarto dia no tribunal, também testemunhou que, em 2008, Jackson se reuniu em Century City com a Colony Capital, um grupo de investidores, que mantinha a hipoteca de Neverland, rancho de Michael Jackson, que foi ameaçado de encerramento.

“Quem segurou a nota antes … estava prestes a encerrar em  Neverland e Colony entrou, eu acho que no último minuto, e assumiu essa obrigação”, disse Gongaware.

Ele disse que a Colony estava tentando descobrir uma maneira de realizar uma exposição de Michael Jackson ou um museu no Las Vegas Hilton, que a empresa possuía. Mas nada veio das discussões.

Fonte: Los Angeles Times em http://www.latimes.com/local/lanow/la-me-ln-jackson-history-tour-20130531,0,3121700.story

Minha consideração:

Eu acho que alguém está mentindo nessa história toda, porque uma hora dizem que o nosso rei estava um caco de acabado e outra hora dizem que ele estava bem, numa situação dessas é difícil saber em quem acreditar, eu acredito que MJ sempre esteve bem naquela época! Beijos Marila Hoppe

02/06/2013 Posted by | Uncategorized | 2 Comentários